Júlio César em treino do Fluminense (Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C.)

Júlio César em treino do Fluminense: goleiro tem a confiança de Levir Culpi (Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C.)

Matheus Dantas
10/09/2016
10:00
Rio de Janeiro (RJ)

O desfalque de Diego Cavalieri será sentido no Fluminense, mas Levir Culpi não quer saber de lamentações pela lesão de seu goleiro titular, que, até a partida contra o Botafogo, era o único a disputar todos jogos do clube na temporada. O treinador prefere dar apoio a Júlio César, que será o substituto de Cavalieri a partir de segunda-feira, quando o Flu enfrenta o Atlético-MG pelo Brasileirão.

- É a mesma coisa de se perder um jogador como o Fred, é um cara marcante na história do clube, que participa efetivamente nos jogos decisivos. Mas não podemos lamentar isso. É um grande momento para o Júlio César, que é um jogador com muitas qualidades técnicas. Às vezes da desgraça de um, aparece a oportunidade de outro. Não dá ficar lamentando a perda. Foi assim com o Fred, o Diego Souza... Temos que dar força para quem vai jogar - comentou.

Logo em sua primeira partida como titular, Júlio César terá a missão de parar um dos melhores ataques do Campeonato Brasileiro. Com 37 gols, o ataque do Galo é o segundo melhor do torneio, ao lado de Santos e atrás só do Palmeiras, que já balançou as redes adversárias em 42 oportunidades.

Além disso, Júlio César pode ser o responsável por para Fred, que enfrentará o Fluminense pela primeira vez desde que transferiu-se para o clube mineiro em junho de 2016. Ciente da qualidade do ex-camisa 9 do Tricolor, o camisa 22 do time de Levir Culpi alerta para os outros perigos que o Galo oferece aos rivais.

- Não estamos pensando muito só no Fred, porque o Atlético é um time muito forte, tem um elenco forte. O Fred tem uma história grande no clube e respeitamos isso, mas vamos dar o máximo para vencer esse jogo - comentou.