LANCE!
14/12/2017
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

O ano de 2017 foi decisivo para a carreira de Robinho. Em maio, saiu da Série C para chega ao Figueirense por empréstimo. Logo na estreia deixou sua marca e gostou de balançar as redes. Depois de sete gols em 19 jogos, foi escolhido a dedo pela diretoria tricolor para uma missão nas Laranjeiras: substituir Richarlison, vendido ao Watford (ING). Mas não saiu como esperado.

Pelo Fluminense foram oito jogos e apenas um gol. Nos primeiros minutos, expulso justamente. Quando começara a embalar, uma fissura no pé encerrou sua temporada de forma frustrante. Mas agora, com a permanência incerta de Scarpa e Wellington, a esperança é de que Robinho cresça em 2018.

- Vai ser um ano bom, com certeza. O grupo já estava jogando há um tempo junto e eu cheguei para agregar. Com 100% de entrosamento, já conhecendo bem todo mundo, vem a confiança também e vai ser mais fácil de mostrar meu futebol - afirma o atacante, que admite oscilação. 

- Aconteceram algumas coisas que nunca tinham ocorrido na minha carreira. Fiz alguns jogos bons e outros ruins. Acredito que ano que vem, tendo uma sequência, vou poder ajudar o Fluminense.

COMEÇO RUIM PODE SER UM BOM SINAL
Se a primeira impressão é a que fica, a torcida do Fluminense se preocupa com a volta por cima do atacante, expulso na estreia. Mas o ditado popular não se encaixa no futebol e Robinho tem um exemplo próximo para se inspirar. O próprio Richarlison, ex-dono da posição, passou por situação semelhante.

Ambos vieram da Série B como desconhecidos, mas com grande potencial de crescimento. Richarlison foi comprado do América-MG por cerca de 10 milhões de reais; Robinho do Figueirense por 7,5 milhões. Na primeira temporada do garoto, decepcionou com apenas quatro gols marcados e mais minutos no banco que em campo. No fim, fissura no pé direito - a mesma lesão.

Adaptado e recuperado, Richarlison logo tomou o protagonismo em sua segunda temporada. Após 15 gols e oito assistências, foi vendido à Europa. Desde então, com as lesões de Wellington, Abel procura um jogador que faça a função. E Robinho confia que possa dar conta do recado.

-Estou mais confiante. Só quero jogar ainda mais e ter uma boa sequência.