Treino do Fluminense - Edson

Edson ficará com a vaga do suspenso Cícero no Fluminense (Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C.)

Matheus Dantas
20/08/2016
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Os desfalques de Cícero e Marcos Junior, titulares absolutos e artilheiros do Fluminense no Campeonato Brasileiro, serão sentidos por Levir Culpi. Mas o treinador, ciente da importância das baixas, reforçou a confiança no elenco tricolor, que foi reforçado durante o torneio e oferece boas opções ao técnico no momento.

Para o duelo contra o Santa Cruz, domingo, Levir não confirmou quem vai para o jogo, mas os treinos indicaram Edson e Danilinho na escalação inicial. A preocupação do treinador é apenas uma: o ritmo de jogo dos atletas do clube.

– É a única preocupação. Estão bem no treinamento, mas jogo é jogo e treino é treino. É uma frase dos anos 50 que permanece moderníssima. Tem envolvimento emocional que pesa muito, principalmente dos brasileiros. Precisa de ritmo também, a gente fica de olho em possíveis substituições, é bem possível que isso aconteça – explicou Levir.

A mudança em questão é a entrada de Marquinho no time titular. A semana livre de jogos serviu para o técnico testar novas formações na equipe. O meio-campista, que disputou apenas duas partida desde que retornou às Laranjeiras, foi uma das opções treinadas, assim como Aquino.

Levir Culpi explicou a importância de testar novos esquemas para a equipe, mas afirmou que pretende manter a formação utilizada nas últimas partidas do Brasileiro por mais um tempo. De acordo com o treinador, o Fluminense ainda "precisa de um encaixe melhor" para o fim de ano.

– A gente treina com várias alternativas. Quando o time está encaixado, os jogadores sabem o que fazer e o sistema de jogo às vezes pode alternar. Mas oito, nove jogadores sempre serão os mesmos para dar um padrão – avaliou.