Matheus Dantas
24/11/2016
14:00
Rio de Janeiro (RJ)

Restando apenas duas partidas para o fim, os jogadores do Fluminense já são capazes de fazer um balanço individual do ano. Foi o caso de Richarlison, que chegou às Laranjeiras nesta temporada sobre grande expectativa. O atacante, contratado junto ao América-MG após um ano de destaque no Coelho, sofreu com lesões no início de 2016, demorou a estrear, mas agora é um dos titulares.

Richarlison, em 30 de janeiro, sofreu uma fratura em um dos dedos do pé esquerdo. Quando já estava recuperado e quase voltando, sofreu torção no mesmo pé no dia 15 de março. Assim, o reforço que custou cerca de R$ 9 milhões ao clube, só entrou em campo no dia 12 de maio, na Copa do Brasil.

- Tive uma lesão grave. Agora na reta final consegui pegar uma sequência boa, e jogador precisa disso. Consegui fazer gols também, mas os gols que fiz não ajudaram muito a equipe a conseguir três pontos - afirmou o jovem atleta.

As maiores sequências como titular de Richarlison no Fluminense foram no início do Brasileirão, ainda com Levir Culpi e Fred nas Laranjeiras, e também nos últimos jogos do torneio nacional, que vem atuando como a referência da equipe, que já não conta mais com o ex-camisa 9 e é comandada por Marcão.

Na visão de Richarlison, não há pressão para substituir Fred, maior ídolo recente da torcida tricolor, que acertou sua ida para o Atlético-MG em junho.

- Eu vim para jogar ao lado do Fred, e não para substituí-lo. Quando cheguei, disse que esse era o meu sonho. Infelizmente foram poucos jogos. Mas é vida que segue, ele lá e eu aqui. Mas espero ainda jogar com ele. Quando se chega em um clube como o Fluminense, temos que honrar a camisa, bater no peito e jogar com raça - disse o atacante, que vem sendo regularmente convocado por Rogério Micale para a Seleção Brasileira Sub-20.

Foram quatro gols de Richarlison na temporada, todos no Brasileirão. Cruzeiro, Vitória, Sport e Flamengo foram os times castigados. Mesmo sem brigar por muita coisa neste final de campeonato, o atacante evitar falar em 2017.

- A ideia é trabalhar, ganhar meu espaço para ser titular. Mas quero pensar no agora, temos um jogo importante no domingo e precisamos conquistar os três pontos - afirmou Richarlison, referindo-se à partida contra o Figueirense.