Léo Pelé nos Estados Unidos (Foto: Divulgação/Flu)

Léo Pelé em um dos treinamentos do Fluminense nos Estados Unidos (Foto: Divulgação/Flu)

LANCE!
20/01/2016
14:35
Rio de Janeiro (RJ)

Campeão brasileiro sub-20 em 2015, e titular da lateral esquerda do Fluminense no primeiro jogo do Tricolor em 2016, contra o Shakhtar Donetsk (UKR), Léo Pelé teve uma ascensão meteórica. Mesmo diante de alguns percalços no meio do caminho, como uma fratura no pé direito, no ano passado, o jovem é visto como exemplo de superação.

Em meio à dificuldades na infância em São João de Meriti, Baixada Fluminense, um tour como uma das atrações do Tricolor das Laranjeiras fazia parte dos sonhos do jovem de 19 anos.

- Até me emociono para falar. Quando vejo onde estou e de onde eu saí (pausa)… Eu não tinha nada para comer, passei por muita dificuldade. Não tinha dois reais para comprar pão (pausa novamente). Estar aqui, no profissional do Fluminense, é sobrenatural. Por isso que busco sempre o fazer o meu melhor, para crescer na vida. Tudo de ruim que passei lá atrás agora está servindo para me ajudar – recordou o lateral-esquerdo, em lágrimas - disse Léo ao site oficial do clube, que ainda destacou a volta por cima que deu para chegar à titularidade do Flu em 2016:

– Se você acredita no seu potencial, sempre espera que possam surgir oportunidades. Sempre confiei muito em Deus e no meu trabalho. Sabia que a minha hora ia chegar e me preparei muito para aproveitar. Estou em busca de algo grande para mim. Quero conquistar títulos pelo Fluminense e chegar à Seleção Brasileira. Conseguindo isso e me mantendo em alto nível na carreira estarei feliz – projetou.

Contra o Internacional, o jogador deve ser, novamente, o titular da lateral esquerda da equipe de Eduardo Baptista. Ao menos foi isso que o treinador testou na terça-feira.