Treino do Fluminense

Jonathan assume a direita, enquanto Wellington Silva jogará pela esquerda (Foto: Cleber Mendes/Lancepress!)

Vinícius Britto
19/03/2016
07:45
Rio de Janeiro (RJ)

O dono da posição na lateral esquerda do Fluminense segue uma incógnita. Desde 2015, quando Gustavo Scarpa foi improvisado em alguns jogos no setor pelo então técnico Enderson Moreira, que o clube pena para achar alguém que tome conta da posição. O último titular absoluto na lateral esquerda foi Carlinhos, que saiu do clube no final de 2014, acertando com o São Paulo.

Titular na maior parte dos jogos esse ano, Giovanni não demonstra muita regularidade. Depois de romper os ligamentos no meio do ano passado, ele retornou contra o Bonsucesso, na primeira fase do Carioca, e foi bem, dando assistência para um dos gols do Flu. Contudo, nas partidas seguintes, o lateral não conseguiu repetir a atuação e chegou a ser vaiado pelos tricolores que compareceram ao Raulino de Oliveira no último clássico, contra o Botafogo.

Com Léo Pelé, a situação é um pouco diferente. O jovem é visto como um atleta de enorme potencial, mas que ainda não estaria completamente preparado para assumir a posição de titular na lateral. Ele disputou três jogos na temporada, sendo um deles o clássico contra o Flamengo, em Brasília. Mas acabou substituído ainda no intervalo pelo então técnico Eduardo Baptista.

Para o clássico deste domingo, no Pacaembu, Levir Culpi deve apostar na improvisação de Wellington Silva pelo lado esquerdo. O lateral já quebrou o galho na posição em alguns jogos durante o ano passado e tem a confiança da comissão técnica tricolor. Na direita, Jonathan assume a posição.

O técnico comentou - na coletiva da última sexta-feira - que vê o elenco do Fluminense um pouco desequilibrado, com carência em algumas posições. Desta forma, a possibilidade de reforços chegarem as Laranjeiras para o Campeonato Brasileiro é grande. Entre eles, certamente um lateral esquerdo.