Edson Passos

Gramado foi bastante criticado pelos tricolores no último jogo (Foto: Divulgação )

Vinícius Britto
31/03/2016
06:30
Rio de Janeiro (RJ)

Edson Passos está cada vez mais próximo de ser confirmado como a casa do Fluminense para o Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil. As negociações com a diretoria do América - dono do estádio - está em fase final e o tricolor busca reduzir o valor que pagaria para melhorar as condições da estrutura (que seria por volta de R$ 700 mil). Foi o que confirmou o presidente Peter Siemsen, que admitiu que as condições do gramado do estádio não é das melhores:

- Com América já estamos trabalhando, nos termos finais que temos que colocar no papel. Já está bem avançado. É possível que a gente consiga reduzir ainda esse valor. Ontem foi legal jogar lá, mas o campo não tem condições ainda. O foco primeiro é a mudança do gramado e cumprir as regras do Campeonato Brasileiro de segurança e infra-estrutura - comentou Peter.

Os jogadores tricolores - depois da vitória com o Bangu - saíram reclamando das condições do estádio. Na coletiva da última quinta-feira, Scarpa reforçou o discurso e lembrou da irregularidade do gramado do Giulite Coutinho:

- O campo precisa melhorar muito. Muito irregular. Sabemos do projeto da troca, que seria essencial. Sabemos que esse ano vai ser difícil. Na última hora muda o local. Mas estamos aqui para defender as cores do Fluminense da melhor forma, onde for - completou o meia, que fez o gol da vitória no estádio.