LANCE!
07/12/2017
07:25
Rio de Janeiro (RJ)

Ao contrário da maioria dos clubes da elite, o planejamento do Fluminense para 2018 só começou agora. Isso porque, em meio a tantas indefinições do elenco, o primeiro passo era resolver a permanência de Abel Braga, selada na noite de terça-feira. Com a garantia do treinador por mais um ano, o presidente Pedro Abad passa a focar na montagem do elenco para a próxima temporada - e pensa alto.

- Abel e eu criamos uma relação de confiança e isso pesou para que as partes quisessem a continuidade do trabalho. Agora vamos trabalhe para montagem do elenco em 2018. Tenho certeza que com trabalho nesse final de ano teremos resultado esportivo condizente com que o torcedor espera, que é brigar por títulos e nos orgulhar com a entrega em campo - afirma o presidente.

Além da demora na definição do técnico, outro fator atrasou a busca por reforços no tricolor: a demissão de Alexandre Torres, gerente de futebol. O dirigente já havia iniciado o trabalho de avaliação de quem ficaria e, inclusive, contatado possíveis contratações. Agora, o trabalho volta ao início - e ainda pode mudar caso o clube acerte com um novo gerente nos próximos dias.

- Eu estava junto com o grupo, o presidente, Marcelo Teixeira e Abel no planejamento. Já tinha contato com alguns jogadores que achávamos interessante para o clube na próxima temporada. E falamos sobre a saída de alguns jogadores também. mas é uma coisa que é do clube - disse Torres ao blog ‘De Prima’.