Levir Culpi - Internacional x Fluminense

Levir Culpi tem como desafio manter todos os atletas motivados no Fluminense (Ricardo Rímoli/Lancepress!)

LANCE!
13/08/2016
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

Ter diversas opções para formar o ataque do Fluminense não é um problema para Levir Culpi. ‘É solução’, afirmou o próprio treinador nas Laranjeiras nesta sexta-feira. No entanto, as contratações feitas pelo clube no mês de junho estão criando outra situação que o técnico tem que lidar com delicadeza: a insatisfação dos atletas que deixaram de atuar regularmente e não foram relacionados para algumas partidas recentes do Flu.

São os casos de Richarlison e Osvaldo, por exemplo. Os atacantes já foram titulares do Tricolor no primeiro turno do Campeonato Brasileiro, mas ficaram fora das últimas rodadas. Osvaldo chegou a manifestar sua insatisfação publicamente. Levir revelou que até houve conversas para o jogador deixar o clube, mas afirmou que conta com Osvaldo para a sequência do ano.

– Não está feliz, não está jogando. É um jogador que tem um nível muito parecido com o dos demais. É um jogador conhecido, havia a possibilidade de uma negociação, por isso ficou fora um pouquinho também, para decidir essa situação – disse Levir, antes de completar:

– Osvaldo é um cara com que eu conto. Tem ótimo potencial, é um cara do bem, mas não está no melhor momento. Pode ser isso, entrou na hora errada, um momento em que o time não estava tão bem. Não dá para responsabilizar só o Osvaldo.

O Fluminense teve a semana livre para treinar visando o confronto com o América-MG neste domingo, em Cariacica. A chance de descansar e treinar o elenco foi bem vista por Levir, mas o treinador também ressaltou a dificuldade de manter o elenco focado nas atividades em meio aos Jogos Olímpicos do Rio.

– É uma responsabilidade minha e da comissão técnica manter todos motivados. Não é fácil. Quem não está vidrado, querendo saber de tudo o que acontece na Olimpíada? Tira o foco um pouco. Mas não é só com o Fluminense, acontece com todos os clubes. A responsabilidade é nossa, precisamos manter o foco, pois a importância dos jogos é a mesma. Valem os mesmos três pontos.