Diego Souza treina com o elenco do Flu (Foto:Nelson Perez/Flu)

Diego Souza treina com o elenco do Flu (Foto:Nelson Perez/Flu)

LANCE!
19/01/2016
08:05
Rio de Janeiro (RJ)

O camisa 10 é, várias vezes, é um dos jogador mais importantes de uma equipe. No Fluminense de 2016 não será diferente. Diego Souza, cria de Xerém e destaque no Sport em 2015, retornou ao Tricolor no fim do ano passado como nome de peso para a nova temporada. Terá a missão de atuar ao lado de Fred no comando de ataque nas Laranjeiras.

No primeiro teste, o camisa 10 foi aprovado pelo técnico Eduardo Baptista no empate em 1 a 1 contra o Shakhtar Donetsk. Por outro lado, o peso ainda é um grande problema para o jogador durante a pré-temporada . Mesmo assim, mostrou que está com o fôlego em dia, uma vez que, ao lado de Richarlison, foi um dos reforços que mais tempo ficou em campo contra a equipe ucraniana, na Florida Cup, nos Estados Unidos.

Eduardo Baptista, que sabe da qualidade do meia-atacante, avaliou como normal a situação de Diego Souza neste início de ano, uma vez que os dois trabalharam juntos no clube pernambucano.

– Fez uma boa partida, ainda não está em plena forma, a perna ainda está pesada por conta dos erros de passe. Trabalhei com ele e sei que não erra desta maneira. Mas pelo volume da pré-temporada, é normal. Ele brigou em campo, chutou a gol. Está longe do Diego que espero, tem que trabalhar para ter um grande ano. Vem se dedicando ao máximo e muito em breve terá melhores condições para nos ajudar – destacou o treinador tricolor.

O torcedor não vê a hora de que a dupla Diego Souza e Fred possa fazer a máquina tricolor engrenar em 2016. Parece certo é que será preciso suar bastante a camisa para que o "peso" seja uma característica positiva do camisa 10.