Marlon - Fluminense (Foto: Divulgação/Fluminense)

Zagueiro de 20 anos é titular neste começo de temporada no Tricolor (Foto: Divulgação/Fluminense)

LANCE!
10/02/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Setor mais criticado do Fluminense em 2015, a defesa foi bastante reforçada para a atual temporada. Henrique - depois do Fla-Flu por sua contratação - e Renato Chaves chegaram para fortalecer e dar mais opções para o setor, que conta também com o experiente Gum, bicampeão brasileiro pelo clube. Mas, nesse começo de ano, é um garoto que rouba a cena e sai na frente por posição: Marlon.

Comparado por alguns com Thiago Silva por sua frieza e maturidade mesmo tão jovem, Marlon subiu aos profissionais em 2014, com grandes expectativas a sua volta. Zagueiro de boa técnica e de personalidade - tudo isto com 20 anos - ele tem sido titular do Fluminense neste início de ano, deixando nomes experientes no banco. Ele enalteceu as opções disponíveis para Eduardo Baptista e valorizou a disputa no setor defensivo.

– O time do Fluminense tem seis grandes zagueiros. A disputa no grupo é muito boa, sadia e só quem tem a vencer com isso é o time. Mas independentemente de quem vier a formar a zaga, o importante é ter um sistema defensivo forte. É preciso manter a regularidade. O jogo coletivo é o mais importante – ressaltou.

Dos zagueiros disponíveis no atual elenco, Marlon é um dos mais jovens, junto a Nogueira, que também foi criado em Xerém. Com nomes experientes como Henrique e Gum por perto, ele destacou o aprendizado e admitiu que busca sempre aprender com os jogadores mais rodados:

– É um prazer jogar ao lado de jogadores experientes. Também é muito bom o que está acontecendo comigo porque estou procurando aprender com eles, saber o que passaram no futebol. Quero estar perto, ouvir o que eles têm para ensinar. Fico muito feliz por trabalhar ao lado de atletas tão conceituados e rodados. São jogadores de muita qualidade – completou o zagueiro.

Contra o Madureira, Marlon será novamente titular, ao lado de Henrique - que retorna após cumprir suspensão. Com moral com Baptista e atuações seguras, 2016 pode ser o ano de consolidação de Marlon dentro do Fluminense. Em quase três anos de profissionais, foram 64 jogos e a promessa de um grande zagueiro estar surgindo.