Marcos Junior (Foto: Bruno Haddad/Fluminense F.C.)

Marcos Junior quase abandonou a carreira de jogador de futebol, mas hoje deu a volta por cima (Foto: Bruno Haddad/Fluminense F.C.)

LANCE!
12/11/2015
07:20
Rio de Janeiro (RJ)

Marcos Junior hoje brilha com a camisa do Fluminense e vem sendo um dos destaques da equipe na atual temporada. Só que nem tudo foram flores na carreira do camisa 35 tricolor. O atacante não revelou o motivo, mas admitiu que quase abandonou o futebol. Segundo o próprio jogador, o técnico Enderson Moreira, já demitido pelo clube, foi muito importante para a ‘virada na carreira’.

– Nem é bom ficar falando sobre o que passei no início do ano. Mas foi chato. Pensei algumas vezes até em largar. Se não fosse o Enderson Moreira, talvez eu não estivesse aqui. Tem muitos jogadores de qualidade que precisam de oportunidade e ritmo de jogo. Passei a ter esperança – revelou.


Ainda no assunto fora das quatro linhas, Marcos Junior adiantou também que os seus problemas começaram em 2014. – Ano passado tive dificuldades na vida pessoal. No começo desse ano também, mas chegou um momento que vi que estava caindo de produção e precisava mudar meu caminho. Minha cabeça mudou bastante – comentou.
Novamente de bem com a vida, Marcos Junior, que tem contrato com o Fluminense até 31 de dezembro de 2018, só pensa no futuro e ’jogou para escanteio’ o passado complicado.

– Cheguei com 12 anos ao clube e vestir essa camisa é uma emoção muito grande, conseguir ser titular. Amo o Fluminense. Minha hora chegou. Espero manter o foco e a pegada. Estamos fazendo um bom trabalho e esperamos dar continuidade no ano que vem para termos uma boa temporada. Para mim foi um ano importante, tive mais regularidade. Tenho que melhorar mais, temos mais foco e responsabilidade – encerrou.