Ponte Preta x Fluminense - Gustavo Scarpa

Gustavo Scarpa teve atuação apagada diante da Ponte Preta (Foto: Ricardo Moreira/Fotoarena/LANCE!Press)

LANCE!
21/11/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Maior garçom e vice-artilheiro do Fluminense no Brasileirão, Gustavo Scarpa é o principal nome do Fluminense na temporada. E, como a fase no clube é das piores, a responsabilidade já recai sobre o camisa 10 de 22 anos. O meia não tem tido grandes atuações, e é um reflexo da equipe que não vence há oito partidas.

Contra a Ponte Preta, no domingo, Scarpa chamou o jogo, tentou ajudar na saída de bola, mas não teve sucesso. Para Marcão, o meia é  excessivamente cobrado, e, nesta reta final do Brasileiro, uma de suas prioridades no comando da equipe é recuperar o futebol do camisa 10.

- Sabemos que é um jogador de qualidade. O Campeonato é muito longo e é difícil manter o nível por tanto tempo. A gente cobra muito dele e ele sabe que pode render a mais. Vamos ajudar para que ele nos ajude nessa reta final como fez o ano todo.

Contra a Ponte, Gustavo Scarpa perdeu uma grande chance de abrir o placar no Moisés Lucarelli, e o Fluminense acabou castigado com a derrota por 1 a 0. Contra o Atlético-PR, no Maracanã, o meia teve a bola no jogo aos 46 minutos da etapa final, mas perdeu pênalti e o Tricolor ficou no empate em 1 a 1.

Sem mais chances de levar o Fluminense à Copa Libertadores, o meia deixou o gramado no domingo abatido, assim como todo elenco tricolor, e afirmou:

- É frustrante porque conseguimos uma sequência boa em certa parte do campeonato e, infelizmente não conseguimos manter. É levantar a cabeça agora e ver o que podemos fazer - comentou o meio-campista do Fluminense.

Mesmo assim - e de maneira merecida -, o meia é um dos poucos jogadores que segue com moral com a torcida tricolor e é uma unanimidade quando se trata da próxima temporada. Observado por clubes europeus, Scarpa já negocia sua renovação de contrato com o Clube das Laranjeiras. Seu vínculo atual é válido até 31 de dezembro de 2019.