Matheus Dantas
31/01/2018
21:41
Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense está classificado para a próxima fase da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, a vitória por 1 a 0 sobre a Caldense e, principalmente, a atuação do time de Abel Braga não devem ter diminuído em nada a insatisfação dos torcedores com o momento do clube, dentro e fora das quatro linhas.

O Tricolor volta suas atenções para a Taça Guanabara. No sábado, além de vencer o Macaé, o Flu precisa de um resultado favorável na rodada para avançar à semi: derrota do Botafogo para o Madureira ou empate entre Boavista e Portuguesa.

SEM SUSTOS, SEM GOLS

Os primeiros 45 minutos passaram e Júlio César, goleiro do Fluminense, sequer foi exigido. O controle foi total da equipe de Abel. A Caldense, apesar da necessidade da vitória para avançar, mostrou lentidão na subida ao campo de ataque – nas poucas vezes em que se arriscou.

O Tricolor, por sua vez, também teve problemas na transição defesa-ataque. O meio-campo com Sornoza, Jadson e Richard ainda não funciona. Mesmo assim, o Flu poderia ter ido para o intervalo em vantagem, mas, de forma equivocada, foi marcado impedimento de Ayrton em lance que Pedro concluiu para o gol.

Reginaldo, que voltou ao time titular no lugar de Gum, tentou de cabeça, mas Omar foi muito bem.

SORNOZA: OUTRA VEZ APAGADO

Depois de toda reformulação no elenco, Sornoza iniciou o ano como o principal articulador do Fluminense, tanto que herdou a camisa 10 de Gustavo Scarpa. O futebol do equatoriano, no entanto, está longe daquele que agradou a torcida no primeiro semestre de 2017. Ontem, após um primeiro tempo apagado, acabou substituído por Abel Braga, que lançou mais uma vez o garoto Caio.

CLASSIFICADO: UFA!

O cenário mudou na etapa final. A Caldense partiu para o tudo ou nada, como esperado. As falhas na defesa tricolor também não surpreenderam. O Flu, mais uma vez no ano, contou com a falta de pontaria do adversário. Quando Jonathan e Willian – dupla que deu trabalho pelo lado direito de ataque – acertaram a meta tricolor, o goleiro Júlio César fez defesas seguras.

O alívio tricolor só veio aos 45 minutos. Depois de muito insistir na bola levantada na área rival, o time de Abel balançou a rede. Pedro fez o pivô, Renato Chaves bateu firme e saiu para comemorar a classificação. Apesar da vaga na próxima fase, a torcida do Flu tem poucos motivos para celebrar.

FICHA TÉCNICA
​CALDENSE  0X1 FLUMINENSE 


Local: Estádio Ronaldão, em Poços de Caldas (MG)
Data-hora: 31/8/2018, às 19h30
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) e Rafael Trombeta (PR)
Renda/Público: Ainda não divulgados.

Gols: Renato Chaves (0-1, 45'/2ºT)

Cartão amarelo: Robinho e Matheus (CAL); Ayrton Lucas, Renato Chaves e Marcos Júnior (FLU)
Cartão vermelho: Não houve. 

CALDENSE: Omar; Jefferson Feijão, Marcelo, Robinho, Jhonathan; Jean Henrique, Mineiro (Juninho, 15'/2T), Arilson, Potita (Matheus, 27'/2T); William e Anderson Rosa (Carlinho, 29'/2T) T: Zezito

FLUMINENSE: Júlio César; Renato Chaves, Reginaldo, Ibañez, Richard; Jadson, Sornoza (Caio, intervalo), Ayrton, Marcos Junior (Dudu, 37'/2T), Pedro (Marlon Freitas, 48'/2T) T: Abel Braga