Levir Culpi durante a apresentação no Fluminense (Foto: Wagner Meier/LANCE!Press)

Técnico Levir Culpi tem a missão de colocar o Fluminense na disputa por títulos (Foto: Wagner Meier/LANCE!Press)

LANCE!
08/03/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Em 2005, Levir Culpi era o treinador do Cruzeiro. O ataque da Raposa contava com Fred, que foi o artilheiro do Campeonato Mineiro e da Copa do Brasil naquela temporada. Onze anos depois, ambos voltarão a trabalhar juntos. Apresentado nesta segunda-feira, o comandante de 63 anos já sabe que não poderá contar de imediato com o camisa 9 e que terá trabalho para controlar a "fome de bola" do jogador.

- Já falei rapidamente com o Fred. Trabalhei com ele no Cruzeiro. É um jogador diferenciado. Dispensa comentários. Espero neste reencontro fortalecer (a relação). Pelo que fiquei sabendo, ele gosta de cortar etapas, de ir logo para o jogo. Terá um atrito com nosso departamento, mas logo estará em campo - disse o treinador sobre o atacante que sofreu um edema na coxa esquerda e deverá ser desfalque por mais duas semanas.

Outro atleta que reencontrará Levir é Pierre. Ele acabou perdendo espaço no Atlético-MG durante a passagem do treinador pelo Galo. Cenário que não necessariamente se repetirá nas Laranjeiras.

- É outro tempo. O momento é outro, a parte tática do time é outra... O Pierre foi um dos jogadores que me deixou uma impressão muito boa. Ele teve um problema na família. Ele foi até a Bahia, veio para o Rio de Janeiro e se apresentou para jogar. É uma demonstração de profissionalismo que deve ser repeitada. Vai ser tratado da maneira como os outros, como um jogador como o Fred, por exemplo, e um jogador mais jovem. A gente quer um time jogando bem. Como relacionamento entre atleta e técnico, o nosso respeito é tranquilo e pode acontecer qualquer coisa - argumentou Levir.

O Fluminense decide sua vida na Primeira Liga nesta quinta-feira, às 21h45, quando recebe o Criciúma em local ainda indefinido. Em dois jogos, o Tricolor acumula três pontos no Grupo A. Apenas os "campeões" de cada grupo e o melhor segundo colocado geral avançam para a próxima fase. O líder da chave é o Atlético-PR, que tem seis pontos.