Levir Culpi

Levir disse que sempre achou que o Fluminense ia brigar pelo G4 do Brasileiro (Foto: Nelson Perez/Fluminense)

LANCE!
05/09/2016
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense quase se complicou, mas conseguiu vencer o Figueirense, em Edson Passos, no último sábado. Com isso, ficou mais próximo do G4 do Campeonato Brasileiro. O Tricolor agora está a três pontos do Corinthians, quarto colocado. Para o técnico Levir Culpi, a vitória suada por 3 a 2 contra o time catarinense confirma que o Flu está na briga por uma vaga no grupo que dá acesso à Libertadores.

– Olha, eu sempre achei que estávamos na briga, desde o início. Se levarmos em conta algumas coisas, como não jogar no Maracanã, as dificuldades de logísticas, nós estamos aí a poucos pontos do G4. Eu acho que estamos perfeitamente na luta. Vamos chegar – disse o técnico.

Um dos motivos que fazem Levir acreditar que pode terminar entre os quatro primeiros é o equilíbrio do Brasileirão. Para o treinador, não
tem nenhum time muito superior na competição. Além disso, o treinador
aposta no estádio Giulite Coutinho, que virou um trunfo da equipe, para
encostar nos líderes.

Depois de rodar muitas praças, com o Maracanã entregue para a Olimpíada, o Fluminense fez do estádio a sua casa e a química aconteceu.
Contando sempre com apoio da torcida, o Tricolor ainda não perdeu no
local. Foram três vitórias pelo Campeonato Brasileiro e um empate pela
Copa do Brasil.

- Agora vamos jogar aqui, onde não perdemos ainda. Estamos tornando isso a nossa casa. A torcida compareceu, deu uma força. É muito importante, porque estamos em casa, pesa muito - comemorou Levir.

Depois do clássico contra o Botafogo, na quarta-feira, que será na Arena Botafogo, o Fluminense tem dois jogos seguidos em Edson Passos neste mês de setembro, contra Atlético-MG e Chapecoense. Até o Maracanã ser devolvido pela organização da Rio-2016, o Flu tem mais três partidas como mandante no local: Sport, São Paulo e Vitória. Para Levir, o time tem condições de vencer todos com o apoio da torcida.

– Temos condições sim (de vencer as partidas em Edson Passos). Vamos lotar o estádio aqui e vamos procurar a alegria juntos – disse, pedindo mais maturidade para brigar na parte de cima.

– Não acho que o time está maduro, pelo contrário. Às vezes dá um branco, depois faz boas jogadas. Temos que ter mais regularidade para não sofrer – analisou.