Levir Culpi, de costas, reencontrará Fred na segunda-feira (Foto: Mailson Santana/Fluminense F.C.)

Levir Culpi, de costas, reencontrará Fred na segunda-feira (Foto: Mailson Santana/Fluminense F.C.)

Matheus Dantas
09/09/2016
12:39
Rio de Janeiro (RJ)

O reencontro com Fred está perto de acontecer. Nesta segunda-feira, o Fluminense enfrenta o Atlético-MG pelo Campeonato Brasileiro,  e o embate será o primeira do atacante contra o clube que defendeu entre 2009 e 2016.  Como não poderia deixar de ser, Levir Culpi, que entrou em atrito com o ex-camisa 9 nesta temporada, foi questionado sobre a situação. Ao responder se já havia pensado no que iria falar para o jogador, o técnico riu e comentou:

- Dá para não falar com ele? A sensação dele é a mesma. Enfrentar um time que você já defendeu, tem muitos amigos, é uma situação ruim, até constrangedor. É aquilo, na hora é: Vai lá, deseja boa sorte e que ninguém se machuque - disse.

No Estádio Giulite Coutinho, aonde a torcida do Fluminense fica bem próxima ao campo e tem feito a diferença a favor da equipe de Levir Culpi, a recepção ao ex-atacante só será conhecida quando o time do Atlético-MG entrar no gramado. Para Levir Culpi, os torcedores devem respeitar a trajetória de Fred nas Laranjeiras, mas quando a bola rolar a história tem que ser diferente.

- Eu não tenho como me colocar no lugar do torcedor. Mas o Fred não saiu daqui porque não gosta do Fluminense, porque é mau caráter. Foi uma decisão profissional e tem que ser tratado dessa maneira. Ele deve ser recebido como um cara que passou por aqui e fez um grande trabalho, mas dentro de campo vamos torcer para ele escorregar, errar tudo que é chute. Não vamos torcer para que ele jogue bem, não tem como - comentou Levir.

Com 34 pontos, o Fluminense é o oitavo colocado do Campeonato Brasileiro e ainda busca pelo G4. O Atlético-MG, comandado por Marcelo Oliveira, está na terceira posição, atrás de Flamengo e Palmeiras, com 42 pontos conquistados.