Levir Culpi - Santa Cruz x Fluminense

Levir espera melhora no setor ofensivo do Fluminense (Foto: Clelio Tomaz/AGIF)

LANCE!
28/08/2016
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

Um jogo com todos atrativos de uma verdadeira decisão. Pela 22ª rodada do Brasileirão, o Fluminense encara o Palmeiras para entrar de vez na briga pelo G4. Vindo de duas vitórias sobre equipes que lutam contra o rebaixamento, o confronto no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, coloca à prova as pretensões do clube das Laranjeiras, que terá a missão de parar o ataque mais positivo do torneio, que estará reforçado pelo campeão olímpico Gabriel Jesus.

Um dos responsáveis pela boa fase, que tem a defesa menos vazada do Brasileirão, é o zagueiro Henrique. De acordo com o camisa 33, a preparação para enfrentar o Palmeiras é a mesma que a feita para o jogo contra o Santa Cruz e o América-MG. O defensor, que tem duas passagens pelo Verdão – em 2008 e entre 2011 e 2014 –, classificou o duelo como um confronto direto.

– Temos que encarar como encaramos os outros jogos. É um duelo difícil, o Palmeiras tem muita qualidade, é o líder. Mas temos que pensar em vitória, porque almejamos o topo – comentou o zagueiro do Flu.

Apostando na repetição do esquema para alcançar o melhor rendimento possível, Levir Culpi só fará duas mudanças no Flu. Cícero e Marcos Junior, retornando de suspensão, entram nos lugares de Edson e Danilinho, respectivamente.

Com a defesa sólida, a missão de Levir Culpi agora é fazer o ataque do Tricolor funcionar. Os números ruins – são apenas 22 gols marcados –, incomodam o técnico, acostumado a montar times ofensivos.

– Não jogamos com volante de contenção e mesmo assim conseguimos bons números defensivos. Agora precisamos melhorar nas finalizações, fazer mais gols. Existem duas situações no futebol: marcar e atacar – afirmou Levir.