Henrique Dourado

Hnerique Dourado  disputa bola durante jogo do Fluminense (Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)

RADAR/LANCE!
28/07/2016
15:40
Rio de Janeiro (RJ)

Nesta quarta-feira, o Fluminense superou o Ypiranga-RS, por 2 a 0, no Colosso da Lagoa, em Erechim, no Rio Grande do Sul, e garantiu a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Além do triunfo, a partida ainda marcou a estreia do atacante Henrique Dourado com a camisa tricolor. O atleta permaneceu no campo até os 34 minutos do segundo tempo e não convenceu totalmente a torcida do Flu.

Diante de sua primeira atuação, especialistas do LANCE! analisaram o desempenho do jogador e projetaram o quanto ele poderá render com o clube carioca. Para o colunista João Carlos Assumpção, por exemplo, o atacante não pode ser comparado a Fred. Ainda, de acordo com ele, Henrique Dourado tem condições de ajudar o Flu, desde que a torcida tenha paciência para acompanhar sua adaptação. Confira as análises:

JOÃO CARLOS ASSUMPÇÃO - Colunista do LANCE!

Henrique Dourado teve uma estreia razoável e o Fluminense tinha mesmo a obrigação de passar para a próxima fase da Copa do Brasil dada a fragilidade de seu adversário. Sem dúvida é o principal reforço do Fluminense para a temporada, mas não acho que deva ser comparado a Fred.

Fred tinha características e uma personalidade diferentes, muitas vezes seus companheiros jogavam para ele, visto como o salvador da pátria.
Henrique Dourado tem uma outra postura, um bom senso de colocação, condições de voltar um pouco para marcar a saída de bola, se for o caso, e não é um sujeito estático na área do adversário, consegue se deslocar bem para a direita ou a esquerda e servir seus companheiros.

Não é um gênio da bola, mas se a torcida tiver paciência pode fazer o Fluminense render mais porque, até aqui, o time ainda não se encontrou, mesmo tendo passado de fase na Copa do Brasil. Segue oscilando demais. Longe de ser o cara que vai revolucionar a forma de o time jogar, o novo atacante, que tem 26 anos, pode ajudar a melhorar um pouco o desempenho do Flu. E se conseguir sua contratação já terá sido justificada.

THIAGO CORREIA - Editor do LANCE!

O Fluminense fez várias contratações, e ainda é preciso que Levir conheça bem todos estes reforços, e a partir daí comece a encaixar as peças desse quebra-cabeça. Henrique Dourado não tem o mesmo peso de Fred para que o time jogue em sua função. Sua estreia mesmo mostrou isso. No primeiro tempo ficou isolado, e na etapa final buscou mais o jogo, e cresceu tendo Wellington ao seu lado. Acabou criando a jogada do gol de Cícero.

Henrique precisa assumir o papel de goleador, mas se ele ficar paradão na frente esperando a bola chegar, dificilmente terá sucesso. Deve funcionar mais se ele jogar para o time, do que o time jogar para ele. Por ser um jogador com bastante entrega, não deve ter problemas para isso, e pode se encaixar bem no sistema de Levir e render.