HOME - Fluminense x Palmeiras - Copa do Brasil - Gum (Foto: Celso Pupo/Fotoarena/LANCE!Press)

Com jogos nos EUA, Gum já é 27° jogador que mais defendeu o Fluminense (Foto: Celso Pupo/Fotoarena/LANCE!Press)

LANCE!
23/01/2016
07:45
Rio de Janeiro (RJ)

O ano passado não terminou bem para Gum. Criticado e contestado, ele viu de perto a porta de saída do Fluminense. Mas, embora tenha sido especulado em outros clubes do futebol brasileiro e do exterior, o zagueiro segue nas Laranjeiras, iniciando aquela que já é a sua oitava temporada seguida defendendo a camisa tricolor.

- Estou muito satisfeito porque este ano eu pude fazer a pré-temporada. Estou muito focado e feliz por estar no Fluminense por mais uma temporada. Estou me preparando para ser o meu melhor ano de todos que passei dentro do Fluminense. Estou feliz porque também tenho recebido muito carinho dos torcedores, demonstrando confiança no meu trabalho e, com certeza, irei corresponder a isso tudo. Só estou pensando no Fluminense, em ajudar o clube a fazer um grande ano. O time foi reforçado, estamos com um elenco forte, em condição de brigar por títulos - considerou o defensor, em entrevista ao site oficial do clube.

Com as duas partidas que disputou nos Estados Unidos, pela Florida Cup, o jogador, que chegou ao Tricolor em abril de 2009, já é o 27° que mais vezes entrou em campo com as cores do Fluminense. Na derrota para o Internacional, na última quarta-feira, ele ultrapassou Washington, que, com Assis, formava o "Casal 20". Agora, o dono do número três soma 302 jogos pelo clube.

Em 2016, porém, a concorrência na defesa tricolor promete ser forte. O técnico Eduardo Baptista, que já tinha Marlon, Nogueira e Elivélton, passou a contar também com Henrique (ex-Napoli) e Renato Chaves (ex-Ponte Preta) para o setor. Nada que assuste o velho conhecido da torcida.

- Vai ser uma briga boa, sadia. São jogadores de muita qualidade e sei que o Fluminense só tem a ganhar por conta disso. Ao longo da temporada teremos cartões, lesões... Então, precisamos ter jogadores de qualidade em todos os setores para manter o nível. Quem ganha título é o grupo, não um atleta sozinho. Claro que alguns jogadores podem se sobressair, mas precisamos de um elenco forte para suportar a quantidade de jogos e as várias competições que teremos pela frente - analisou.

Em 2015, Gum esteve em campo 44 vezes e marcou dois gols. O número de tentos do zagueiro na última temporada é o mesmo alcançado por ele em 2014 e 2012.