HOME - Fluminense x Palmeiras - Copa do Brasil - Gum (Foto: Celso Pupo/Fotoarena/LANCE!Press)

Zagueiro Gum em ação com a camisa do Fluminense pela Copa do Brasil (Foto: Celso Pupo/Fotoarena/LANCE!Press)

Patrick Monteiro
15/03/2016
09:30
Rio de Janeiro (RJ)

Nenhum jogador do atual elenco tricolor entrou campo tantas vezes quanto aquele que veste a camisa 3: foram 306 partidas. Aos 30 anos, Gum está em sua oitava temporada nas Laranjeiras. É o mesmo tempo de casa, por exemplo, do atacante Fred. Mas não é só no número de jogos que ele frequenta a parte de cima da lista. Herói do empate com o Botafogo no último domingo, o defensor está bem próximo de entrar no grupo dos três maiores zagueiros-artilheiros da história do clube.

Em Volta Redonda, Gum – que deixou a reserva durante o confronto – subiu aos 47 minutos da etapa final para colocar a cabeça na bola e evitar a segunda derrota do Tricolor para o rival no ano. Foi o 23° gol dele, segundo números do Departamento Flu-Memória. O feito o colocou a apenas seis de se igualar a Silveira, que jogou no clube entre 1966 e 1975. O defensor com mais gols é Pinheiro (49), seguido por Edinho (34). Mas, na visão do próprio Gum, a distância para o recorde é metade da que aparece nas estatísticas.

– Eu conto 26, com carinho, porque fiz três gols de pênaltis em semifinais de Carioca contra Vasco, Flamengo e Botafogo. Foi após os jogos que eu fiz esses gols. E, quando perdi contra o Palmeiras, fui muito criticado. Quando se faz não é contado, quando se perde sim? Então, eu tenho 26 gols – crava e revindica o atleta.

Gum faz referência a três acertos em disputas de penalidades em semifinais válidas pelo Estadual do Rio de Janeiro e uma pela Copa do Brasil. Contra cruz-maltinos (Taça Guanabara-2010), rubro-negros (Taça Rio-2011) e botafoguenses (fase final do Carioca-2015), ele converteu. Já diante do Palmeiras (Copa do Brasil-2015), desperdiçou. Em todas elas, o Flu saiu de campo eliminado. Ainda assim, os torcedores podem contar com ele. A prova mais recente veio há dois dias e está viva na memória tricolor.


GOLS MARCANTES DE GUM PELO TRICOLOR

Brasileiro-2009

Contra o Inter, Gum anotou dois e ajudou o Flu a escapar do rebaixamento. A partida terminou empatada (2 a 2), mas marcou o início da arrancada de dez jogos sem perder.

Sul-Americana-2009

Mesmo com a cabeça enfaixada, o zagueiro empatou o jogo com o Cerro Porteño (PAR), que o Tricolor venceu (2 a 1) e se classificou para a final.

Brasileiro-2012

Diante do seu ex-time, a Ponte Preta, marcou e deu o triunfo (2 a 1) ao Flu em casa na campanha do tetra no certame nacional.

Brasileiro-2013
Ameaçado pela degola, o Flu bateu o São Paulo por 2 a 1. Gum fez o último.

Gol em data comemorativa

Em, o Fluminense teve um bom início de Campeonato Brasileiro e chegou a frequentar as primeiras posições na tabela. Só que o rendimento foi caindo e o Tricolor passou a ser ameaçado pelo rebaixamento. Porém, no duelo contra o Avaí, válido pela 36ª rodada, Gum, que completava 300 jogos pelo clube carioca, fez o primeiro da vitória por 3 a 1. O resultado eliminou matematicamente qualquer risco de queda do Tricolor das Laranjeiras.