Guilherme Abrahão
09/07/2017
19:06
- Rio de Janeiro (RJ)

O lateral Léo não vai jogar mais pelo Fluminense. Ele ficou fora da partida contra o Bahia resolver os últimas pendências de sua negociação com o futebol italiano. O jogador viaja esta semana para definir sua transferência.

Para o lugar do jogador, o Tricolor já acertou o empréstimo de Marlon, do Criciúma, até dezembro deste ano, com prioridade de compra. Ele desembarca nesta segunda-feira, no Rio de Janeiro, ao lado de seu procurador, Marcelo Karan, onde vai fazer exames médicos e assinar o vínculo. Para contar com Marlon, o Flu vai desembolsar cerca de R$ 350 mil.

Com problemas financeiros, o Fluminense liberou Léo por cerca de R$ 7 milhões, com gatilhos no contrato, que podem aumentar o valor para R$ 8 milhões. A venda do jogador deu-se muito em conta, também, pelo  forte interesse de clubes da Europa pelo volante Wendel.

O Tricolor não pretende liberar tão fácil o jovem, tanto que rejeitou uma proposta de cerca de R$ 26 milhões do Porto, de Portugal, conforme revelou com exclusividade o Lance!. Além do Porto, o Sporting, também de Portugal, ofereceu cerca de R$19 milhões, outros valores rechaçados pelo presidente, Pedro Abad, que vem tomando conta das negociações pelas joias de Xerém.

Antes da partida contra o Bahia, Abel explicou que o atleta não foi relacionado por conta da negociação. Logo após o jogo, explicou.

- O Léo tem uma proposta, não sei se o negócio será fechado amanhã ou terça. Preferi não arriscar, vai que acontece alguma coisa, uma lesão - disse Abelão

Revelado pelo Fluminense, Léo despertou o interesse do futebol italiano, devido ao seu bom porte físico. O clube, não-revelado, fez um scout no Brasil e teve o nome do jogador muito bem recomendado, devido as características físicas. Aos 21 anos, o lateral, revelado pelo Tricolor, atuou em 50 partidas e marcou dois gols até agora. Ele passou no ano passado pelo Londrina.