LANCE!
06/08/2016
19:06
Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense foi condenado a pagar R$ 9 milhões ao América-RJ por conta da venda de Wellington Nem para o Shakthar Donetsk, da Ucrânia, em 2013, segundo informações do site 'GloboEsporte.com'. O Mecão alega que ficou com 30% dos direitos econômicos do atacante quando o vendeu ao Tricolor em 2005, ainda nas categorias de base.

Na última quarta-feira, o juiz Mauro Nicolau, da 48ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), julgou procedente o pedido do América-RJ e condenou o Flu a pagar 7,2 milhões, com juros de 10% ao mês desde a data do contrato de transferência, o que no total deu R$ 9 milhões.

O Tricolor vai recorrer da decisão. Inclusive, o clima é de otimismo em relação ao processo no clube. Isso porque o América-RJ já tinha vencido em primeira instância, mas o departamento jurídico do Fluminense conseguiu anular a decisão há alguns anos. No entanto, o time rubro reabriu o processo.

A causa do processo é porque houve dois contratos do jogador ainda na base. Em um, o América-RJ ficou com 50% dos direitos. Já no outro, firmado em 2010, com apenas 20%. Agora o clube está cobrando os 30% de difernça, alegando que a compra tinha sido feita sem o conhecimento da diretoria.

O Fluminense alega que o primeiro contrato ficou nulo com a Lei Pelé, que acabou com o passe. Além disso, o clube argumenta que Nem tinha apenas 13 anos e não tinha idade para assinar um vínculo profissional.