João Mércio Gomes
14/02/2017
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

A contestada lateral-direita do Fluminense, pelo visto, não deve mais ser motivo de preocupação dos torcedores. Em apenas um mês no clube, Lucas melhorou números defensivos que eram problemas na temporada passada e carrega uma boa marca nesse início de trajetória: não sofreu gols nas partidas em que atuou. Foram quatro jogos - todos pelo Carioca - e quando não foi escalado, viu a defesa ser vazada. A estatística, no entanto, não ilude o jogador.

- Fico feliz, mas acho que não sou só eu. Independente de quem está jogando, todos têm acreditado naquilo que o Abel passa. Está sendo fundamental esse ambiente. Vão ter trocas na equipe, mas tomara que essa invencibilidade dure bastante tempo - afirmou o lateral.

​Além da segurança no setor defensivo, Lucas mostrou na última partida, em vitória por 4 a 0 sobre o Bangu, que também se apresenta como opção para o ataque. Foi dos pés do camisa 2 que saiu assistência precisa para Henrique Dourado abrir o placar. As características ofensivas são aprimoradas nos treinos de Abel Braga, que pediu a contratação do atleta em janeiro.

Na última temporada, o Fluminense teve problemas na posição. Wellington Silva, titular na maior parte do tempo, foi visto pela torcida como um dos responsáveis pela campanha decepcionante na reta final do Brasileirão. O reserva Jonathan chegou da Internazionale no fim de 2015 e nunca conquistou espaço. Além deles, Igor Julião teve poucas oportunidades e hoje está nos Estados Unidos por empréstimo. Cada vez mais soberano, Lucas mantém o foco para se afirmar.

- Cada jogo é uma história diferente, mas a tendência é melhorar. Vou procurar fazer todos os jogos o meu melhor, o melhor para equipe. O bom é que os resultados estão acontencendo, isso melhora a confiança e o rendimento em campo - finalizou.