Diretor executivo de futebol do Fluminense, Jorge Macedo

Diretor de futebol contou que transferência foi um pedido do meia (Foto: Vinícius Britto)

Vinícius Britto
22/03/2016
18:40
Rio de Janeiro (RJ)

O diretor executivo de futebol do Fluminense, Jorge Macedo, conversou com a imprensa nesta terça-feira. Ele anunciou a saída do meia Diego Souza, admitiu que o camisa 10 pediu para a diretoria liberar sua transferência para o Sport e lembrou que o jogador havia alegado problemas pessoais no Rio de Janeiro:

- O Diego Souza não faz mais parte do elenco. Foi uma solicitação dele, que veio pedir a transferência para o Sport. O clube pensou e acabou aceitando a solicitação. O Fluminense vai ser ressarcido de todo investimento no Diego e ainda fica com possibilidade de ganhos em uma transferência futura. Ele alegou problemas pessoais e o clube optou liberar - destacou o diretor.

- Acho que o Diego é um grande jogador, dispensa comentários. Mas o clube opta por jogadores que querem jogar no clube, vestir a camisa. E o Diego estava com problemas e optou sair.


Sobre a possibilidade do jogador ter pedido para sair por conta de um racha no elenco - surgiu um boato durante o dia sobre o grupo dividido entre Cícero e Fred - o diretor de futebol fez questão de negar qualquer briga no grupo: 

- Não existe nenhum problema de racha de grupo. Cícero, Diego, Fred... o grupo está fechado, e já demonstrou provas disso. Amanhã (quarta-feira) tem uma semifinal de liga e o grupo está focado e fechado - completou jorge Macedo.