Diego Souza

Diego Souza foi apresentado oficialmente ontem, em Laranjeiras (Foto: Wagner Meier)

Pedro Barboza
27/01/2016
12:20
Rio de Janeiro (RJ)

Atual camisa 10 do Fluminense, Diego Souza já foi o centro de uma grande polêmica entre Flamengo e Sport. Assim que foi contratado pela equipe pernambucana, o meia envergou o emblemático número 87, em alusão à briga pela conquista do Brasileiro daquele ano. Principal contratação do Tricolor para 2016, Diego garante que não houve provocação com o Fla, mas não escondeu o clima de rivalidade.

- Não tenho problema nenhum com o Flamengo. É meu adversário como qualquer outro time. A partir do momento que entrar em campo, a gente entra para matar. No Sport, ganhei de presidente a camisa 87. Não foi escolha minha. Foi um título importante ao clube. Não tinha noção, naquele momento, o que significava ao torcedor. Fiquei feliz de vestir a camisa. Se tem rivalidade, não tenho nada a ver com isso. Se eles sentiram como provocação, não vejo dessa forma. Era um presente do Sport - lembrou Diego Souza.

A relação do camisa 10 com o Sport é bastante estreita. Tanto que, no fim da semana, um áudio vazou nas redes sociais e o jogador declarou amor ao rubro-negro pernambucano e disse que voltaria a defender o Leão.

- Isso foi num grupo de amigos de Recife. Tinham provocações internas. Era um grupo de lá. Não era para ter vazado. Uma volta é para o futuro. Quem sabe um dia possa voltar. Como disse, estou feliz aqui. Não é desrespeito ao Fluminense. Foi uma situação, que acabaram me vendendo. É uma provocação interna no grupo. De torcedores de outros times do Recife. Não tem nada a ver. Faz um tempo disso. Estou feliz aqui, fiz uma escolha e espero corresponder a expectativa - explicou.