icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/08/2015
18:39

A chegada do Fluminense ao Mangueirão nesta quarta-feira não foi nada fácil. O trânsito caótico de Belém atrasou o ônibus tricolor, que sofreu com a hostilidade da torcida do Paysandu por conta de uma polêmica criada ainda no primeiro jogo. Uma torcedora do Papão afirmou em um vídeo (espalhado nas redes sociais) que foi chamada de "índia" por torcedores tricolores no Maracanã e o clube bicolor passou a fazer uma campanha usando isso como motivação.

Usando cocáres, diversos torcedores que viram o ônibus tricolor chegando ao Mangueirão fizeram gestos obscenos, imitaram índios e atrapalharam a chegada da delegação do Fluminense ao estádio, que chegou ao local da partida com 30 minutos de atraso.

Mais de 23 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente para a partida. A torcida do Paysandu promete encher o Mangueirão e o entorno do estádio tem grande movimentação de carros e torcedores.

A chegada do Fluminense ao Mangueirão nesta quarta-feira não foi nada fácil. O trânsito caótico de Belém atrasou o ônibus tricolor, que sofreu com a hostilidade da torcida do Paysandu por conta de uma polêmica criada ainda no primeiro jogo. Uma torcedora do Papão afirmou em um vídeo (espalhado nas redes sociais) que foi chamada de "índia" por torcedores tricolores no Maracanã e o clube bicolor passou a fazer uma campanha usando isso como motivação.

Usando cocáres, diversos torcedores que viram o ônibus tricolor chegando ao Mangueirão fizeram gestos obscenos, imitaram índios e atrapalharam a chegada da delegação do Fluminense ao estádio, que chegou ao local da partida com 30 minutos de atraso.

Mais de 23 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente para a partida. A torcida do Paysandu promete encher o Mangueirão e o entorno do estádio tem grande movimentação de carros e torcedores.