Sócios do Fluminense arrecadaram fundos para doar um avião para a FAB

Sócios do Fluminense arrecadaram fundos para doar um avião para a Força Aérea Brasileira (Foto: Divulgação) 

LANCE!
19/11/2015
10:25
Rio de Janeiro (RJ)

Em 1942, durante a Segunda Guerra Mundial, o então presidente do Fluminense Marcos Carneiro de Mendonça angariou fundos com os sócios do clube para colaborar com a Campanha Nacional de Aviação e investiu na aquisição de um monomotor Fairchild PT-19. Além de doar um avião para a Força Aérea Brasileira, o Tricolor preparou um curso de enfermagem para auxiliar os pracinhas que desembarcariam na Itália e ainda cedeu o seu stand de tiro para treinamentos dos militares.

Após 70 anos, a partir do lançamento da nova Sala de Troféus do Fluminense, em junho de 2012, um grupo de judeus tricolores começou a se organizar para fazer uma homenagem ao clube em reconhecimento ao fato histórico.

Por isso, no dia 13 de dezembro, em uma cerimônia aberta ao público, o clube receberá uma placa reconhecendo o auxílio do Fluminense no combate ao nazismo e ainda uma chanukiá (candelabro de nove braços), símbolo que tem o costume de ficar espalhado por grandes cidades de todo o mundo em dezembro.