LANCE!
12/11/2016
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Solução no primeiro turno, o sistema defensivo tornou-se o principal problema do Fluminense nas últimas rodadas do Fluminense no Campeonato Brasileiro. Os erros individuais e coletivos resultaram no jejum de seis jogos sem vitórias e na demissão de Levir Culpi. O problema estava tão claro que, ao anunciar a saída do treinador e confirmar Marcão no comando técnico do Tricolor até o fim da temporada, o presidente Peter Siemsen cobrou um time com um "bloqueio mais forte na intermediária".

A declaração deixou o novo comandante em situação delicada, ainda mais porque, mesmo se desejar, Marcão não tem grandes, ou muitas, opções para fazer mudanças na defesa do Fluminense nos quatro compromissos que restam ao clube em 2016: Atlético-PR (C), Ponte Preta (F), Figueirense (F) e Internacional (C). A tendência é que os laterais Wellington Silva e William Matheus e os zagueiros Gum e Henrique sejam mantidos entre os titulares.

Gum e Henrique atuaram lado a lado na defesa do Flu em 31 rodadas do Brasileirão

Para as laterais, Giovanni e Igor Julião já tiveram suas chances quando os donos das posições se contundiram, mas as atuações não convenceram a última comissão técnica. Tampouco a torcida. No miolo da zaga, Marcão só tem um nome à disposição além de Henrique e Gum: Nogueira, de 21 anos, revelação do clube, mas que pouco atuou entre os profissionais até agora.

Assim, Marcão terá a missão de dar uma nova cara à pior defesa entre os nove times melhores colocados do Campeonato Brasileiro na base da conversa e da organização tática. Nas atividades que fez no CT Pedro Antônio até agora, o ex-volante não deu dicas de como escalará a equipe na terça-feira, diante do Atlético-PR no Maracanã.

O defesa tricolor já sofreu mais gols nos 15 jogos do returno do que em todo turno: 21 a 20

A boa notícia fica por conta de Pierre, que pode voltar ao time após cumprir suspensão automática contra o Cruzeiro, na derrota por 4 a 2 no Mineirão. Resta saber se o técnico atenderá ao pedido presidencial, que afirmou que o Flu vinha tendo melhores resultados com três volantes. Douglas, Marquinho, Edson e Cícero estão de olho em uma vaga no time principal.