torcida fluminense nas laranjeiras

Torcida do Fluminense fez manifestação nas Laranjeiras (Foto:Divulgação)

LANCE!
20/10/2016
18:58
Rio de Janeiro (RJ)

Com direito à manifestação de um pequeno grupo de torcedores, o elenco do Fluminense se reapresentou nesta quinta-feira na Sede das Laranjeiras. Antes e depois da atividade no gramado, cerca de 15 pessoas protestaram na porta do clube e soltaram alguns rojões. Os maiores alvos foram Gum e o presidente Peter Siemsen, e gritos de "time sem vergonha"  e "raça" foram entoados.

No gramado, o elenco tricolor fez o primeiro trabalho visando o jogo contra o Coritiba no domingo, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. O grupo foi dividido em dois, e o destaque ficou pelas ausências: William Matheus, Pierre, Diego Cavalieri e Gum não foram ao gramado. O departamento médico ainda detalhará a situação dos atletas.

O lateral Giovanni, que já substituiu William Matheus contra o São Paulo, comentou o protesto dos torcedores durante a atividade desta quinta-feira.

- Tem muito jogador experiente aqui. A gente procura se ligar, mas a cobrança é natural. Alguns jogadores são pais de famílias, somos homens e assumimos nossos erros. Vamos continuar trabalhando para buscar nossas vitórias.

Ao deixarem a Sede do clube, pelo portão que dá para a Rua Pinheiro Machado, no bairro das Laranjeiras, a maioria dos jogadores teve o carro cercado e os gritos dos torcedores aumentavam, especialmente cobrando raça, mas até às 19h desta quinta-feira não houve qualquer tipo de agressão ou violência.