Cícero - Fluminense treinando com a nova camisa

Duelo contra o Boavista, neste domingo, pode levar Cícero aos 150 gols na carreira (Foto: Paulo Sergio/LANCE!Press)

Patrick Monteiro
27/03/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

É possível celebrar o alcance a um mesmo número duas vezes em um único dia? Para Cícero, sim.  O meio de 31 anos chegará aos 150 jogos com a camisa do Fluminense neste domingo, às 18h30, no Los Larios em Xerém, quando o Tricolor enfrenta o Boavista, com transmissão em tempo real do site do LANCE! E o dono da 7 quer fazer do objetivo pessoal uma forma de retribuição, até porque, o 150 pode aparecer em dose dupla.

– Tenho 149 gols na carreira. É até a minha mãe que me ajuda com essa conta. Pela posição que costumo atuar, é um número importante. Completar 150 jogos pelo Fluminense não tem explicação. Foi o clube no qual vivi uma das melhores fases da minha carreira. Tento retribuir em campo toda essa gratidão e carinho que recebo da torcida – disse o meia.

Dos 149 gols que já tem, 36 foram anotados a favor do Tricolor, sendo três nesta temporada. Bonsucesso, Tigres e Friburguense - nesta ordem - já sofreram com a pontaria do jogador que ficou conhecido pela forte cabeçada, mas que balançou as redes apenas uma vez desta forma no ano. Para fazer o primeiro em 2016, ele precisou só escorar para a baliza um cruzamento de Wellington Silva, que sofreu desvio. Já o segundo foi um golaço, marcado após Marcos Junior levantar bola no campo adversário e Fred furar. Cícero matou no peito e soltou a bicicleta.

Para o torcedor, fica a esperança de que o número redondo signifique a primeira vitória do time na Taça Guanabara. Até o momento foram dois empates (em clássicos contra Botafogo e Flamengo). Resultados que deixaram a equipe das Laranjeiras na sexta colocação.

O técnico Levir Culpi vai praticamente repetir o time que mediu forças com o Inter. A única diferença é o retorno de Fred no lugar de Magno Alves. O terceiro maior artilheiro da história do clube foi ausência diante do Colorado por estar suspenso na Sul-Minas-Rio. Agora, formará dupla de ataque com Osvaldo, que ganhou a vaga aberta com a saída do meia Diego Souza para o Sport.

Dono da melhor campanha entre os clubes de menor investimento na primeira fase, o Boavista está na frente do Fluminense na tabela de classificação. É o quinto, uma posição acima do Tricolor. Estreou nesta fase vencendo o Volta Redonda. Depois, perdeu para o Vasco, naquela que foi apenas a sua segunda derrota em todo o Estadual. O principal nome da equipe é o atacante Leandrão, que teve destaque em 2003, no Botafogo, e atuou pelo Cruz-Maltino no ano passado. Ele tem quatro gols neste Campeonato Carioca.

FLUMINENSE X BOAVISTA

DATA/HORA: 27/3/16, às 18h30
LOCAL: Los Larios, Duque de Caxias (RJ)
​ÁRBITRO: Bruno Arleu de Araújo
AUXILIARES: Wagner de Almeirda Santos e Daniel de Oliveira Alves Pereira

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Jonathan, Gum, Henrique e Wellington Silva; Pierre, Cícero, Gustavo Scarpa e Gerson; Osvaldo e Fred. Técnico: Levir Culpi

BOAVISTA: Vinícius, Thiaguinho, Victor, Luiz Alberto e Davi; Douglas Pedroso, Thiago Silva, Júlio César e Romarinho; Matheus Paraná e Leandrão. Técnico: Rodrigo Beckham