LANCE!
22/04/2016
13:58
Rio de Janeiro (RJ)

Negociado com o Tianjin Teda, da China, em julho de 2015, Wagner não esconde o desejo de voltar ao Fluminense. Sem cerimônia, o meia revela estar louco para retornar para às Laranjeiras, onde atuou de 2012 até o ano passado. 

– Meu amigo, não tem quem queira mais estar nesse Fluminense hoje do que eu. Queria muito estar aí. Ainda mais com o Levir, um cara muito bacana, o considero muito, aprendi bastante com ele. Meu sonho era estar aí hoje, minha família. Meus filhos lembram até hoje de torcer pelo pai jogando pelo Fluminense. Pretendo voltar sim, até antes do fim do meu contrato. Mas hoje tenho que ficar, pois, financeiramente é bem melhor. No Brasil está muito complicado. Mas quem sabe, no ano que vem, muita coisa pode mudar, eu possa estar retornando – revelou Wagner à Rádio Tupi.

Wagner ainda falou sobre a chegada de Levir Culpi ao comanda técnico do time. Segundo o meia, a diretoria tricolor acertou em cheio na contratação do treinador mineiro.

– Levir é um treinador excepcional, trabalhei com ele no Cruzeiro. É um cara muito sério, segue à risca seus pensamentos, convicções, um cara vencedor. Desde quando o nome dele vinha sendo ventilado eu já achava uma excelente escolha. Vai ser muito bom, os jovens vão aprender bastante e os mais velhos vão conseguir se dar bem com ele, desde que faça aquilo que ele peça, pois tem uma linha de pensamento e vai com ela até o final. Vou torcer bastante para que ele se dê bem no Fluminense. Ele foi um nome que, dessa vez, acertaram – disse Wagner.

Aos 31 anos, o meia assinou com o clube chinês por duas temporadas. O contrato se encerra apenas no meio do ano que vem.