Diego Cavalieri - Treino do Fluminense (Foto: Cleber Mendes/ LANCE!Press)

Fluminense, de Diego Cavalieri, vai medir forças com o Cruzeiro, nesta quarta  (Foto: Cleber Mendes/ LANCE!Press)

Patrick Monteiro
16/02/2016
11:55
Rio de Janeiro (RJ)

Seis gols sofridos em dois dos quatro jogos disputados até o momento no Campeonato Carioca. O retrospecto da defesa do Fluminense neste início de temporada não empolga. A equipe, entretanto, não foi vazada no último duelo, contra o Tigres, que terminou em goleada tricolor. Na visão de Diego Cavalieri, a receita para solucionar o "problema" é conversar.

- Realmente, foram seis gols em dois jogos: três contra o Volta Redona e três contra o Madureira. Sabemos que hoje em dia o futebol é muito competitivo. Você tem que ter um sistema que funciona. O jogo com o Madureira tivemos muita dificuldade, até com um jogador a mais em campo. Temos que conversar para acertar isso o quanto antes. A gente sabe que nossa equipe tem um poder muito forte de finalização. Então, se ajustarmos isso, estaremos com muita força - comentou o goleiro.

O Fluminense encara o Cruzeiro, pela segunda rodada da Primeira Liga, às 19h30 desta quarta-feira. O duelo no Mineirão pode decretar a eliminação dos cariocas no torneio, já que o Tricolor vem de derrota na estreia para o Atlético-PR e somente o vencedor de cada grupo tem a classificação assegurada para a próxima fase. Portanto, a ordem é aprontar para cima da Raposa.

- Jogando fora de casa é um peso muito maior, pois sabemos da força do Cruzeiro no seu estádio. É um jogo no qual, se você entrar mal, errar, acaba pagando. Temos que começar, já a partir de amanhã, a ter essa concentração em campo - disse Cavalieri.