Pedro Abad e Peter Siemsen (Foto: Divulgação)

Pedro Abad e Peter Siemsen (Foto: Divulgação)

LANCE!
15/11/2016
16:52
Rio de Janeiro (RJ)

Peças se mexeram no tabuleiro da corrida presidencial do Fluminense. Agora são três chapas na disputa, devidamente homologadas, já que Cacá Cardoso se uniu a Pedro Abad, formando um bloco só na eleição. Os outros candidatos são mesmo Celso Barros e Mário Bittencourt.

Cacá, ao se unir com Abad, passou a ser o vice-presidente geral da candidatura. Com isso, ao fim das contas, o nome apoiado por Peter Siemsen conseguiu juntar três lados que iniciaram a corrida eleitoral, já que a chapa de Cacá já tinha se fundido com a de Pedro Trengrouse, que abandonou a disputa.

Nesta terça-feira, além de Abad, Celso Barros também homologou a candidatura. Ele terá Ademar Arrais como vice-presidente da chapa. Já Mário Bittencourt tem Ricardo Tenório como vice.

A eleição presidencial do Flu, definindo quem vai ficar no cargo pelos próximos três anos, vai acontecer no dia 26 de novembro.