LANCE!
06/10/2017
17:21
Rio de Janeiro (RJ)

Em queda livre no Brasileirão, a torcida do Fluminense protestou no aeroporto na última derrota da equipe. Alguns atletas, como Wendel, além do presidente Pedro Abad, foram cobrados. Diante disso, a diretoria se reuniu com torcidas organizadas para discutir a situação na reta final do campeonato.

Em nota assinada pelas principais torcidas do Fluminense, uma promessa: união nas arquibancadas. O clube é atualmente o de menor ocupação média entre as 20 equipes no Brasileirão, com apenas 21%. Confira a nota na íntegra:

'Torcida tricolor,
Sabendo que passamos por um momento delicado e chave da temporada, foi convocada uma reunião entre a diretoria do Fluminense e representantes das torcidas. Na reunião expusemos nossa insatisfação e cobramos o presidente as promessas de campanha não cumpridas. O mesmo mostrou-se aberto ao diálogo e compromissado em melhorar a situação atual do clube.
O momento delicado exige de todos nós um maior comprometimento, tanto institucionalmente quanto na arquibancada.Não temos como alterar o passado, mas podemos trilhar juntos um caminho para o futuro, sendo decisivos nesta reta final de temporada. Mediante ao cenário exposto acima, a atitude da torcida do Fluminense não poderia ser outra: Faremos uma verdadeira UNIÃO NA ARQUIBANCADA, todas as torcidas juntas, atrás do gol, deixando de lado qualquer vaidade e diferença em prol de apoiar a equipe em campo durante os noventa minutos. E chegou a sua vez! Contamos com seu apoio em busca da nossa recuperação no campeonato, tricolor convoca tricolor. Abracemos a instituição antes que seja tarde, teremos batalhas cruciais pela frente e você está convocado! O FLUMINENSE PRECISA DE NÓS!'