Coletiva Ayrton Lucas - Fluminense

Ayrton Lucas durante coletiva no CT (MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.)

LANCE!
11/06/2018
15:53
Rio de Janeiro (RJ)

O lateral-esquerdo Ayrton Lucas voltou aos gramados depois de se lesionar no clássico contra o Botafogo, no dia 15 de maio, mas acabou substituído aos 33 minutos do segundo tempo no confronto frente ao Atlético-MG. Apesar de sair, o jogador afirmou, em entrevista coletiva, que já está recuperado. 

- Dividi com Luan, senti câimbra. Senti que tinha de sair. O Abel fala que tem de dar o máximo em campo. Não adiantava estar no time e não conseguir jogar. Estou com a consciência tranquila. Mas me sinto bem fisicamente, estou recuperado - disse.

Ayrton Lucas teve um estiramento no músculo posterior da coxa direita e vinha se recuperando. Marlon ocupou sua posição nas últimas partidas, mas estava suspenso contra o Galo. As lesões tem sido um problema recorrente no Fluminense e a parada para a Copa do Mundo pode ser providencial. 

- Se a gente tivesse pontuando fora de casa, não se falaria nessa parada para a Copa. São muitos jogos, perdemos jogadores por contusão, cartão. Sabemos que os jogadores que entraram conseguiram fazer um bom trabalho. Com a parada, podemos pensar bastante no que estávamos errando. O Brasileiro é difícil. Tem de estar atentos. Se perdermos as oportunidades, podemos levar gols - analisou, falando ainda sobre os problemas no jogo do Estádio Independência. 

- Uma coisa que o Abel pediu bastante era para ficarmos atentos na questão dos rebotes, para não dar contra-ataque. Independente do escanteio, falta, acabamos levando azar. O gol do Leonardo Silva desviou em um jogador nosso e sobrou para ele. Se tem alguém atrapalhando, ele podia não conseguir marcar. Em um segundo que ficamos desligados, eles fizeram o gol. O Abel pede para termos atenção e acabamos pecando nesse jogo - completou.

Uma referência na posição de Ayrton é o lateral Marcelo, formado também na base do Fluminense. O jovem exaltou o atleta da Seleção Brasileira.

- O Marcelo já fez sua história. Eu estou apenas começando. Qualquer lateral gostaria de ser comparado com ele. Consegui pegar uma sequência esse ano, estou com a cabeça tranquila. Espero fazer história também. É um cara que eu assisto bastante, um espelho para todos. Ele conseguiu vencer na vida, fazer história por onde passou e deixou sua marca - finalizou.