Volta Redonda x Fluminense

Magno Alves celebra o primeiro gol do jogo deste domingo em Volta Redonda (Foto: Paulo Sergio/Lancepress!)

Patrick Monteiro
11/04/2016
07:00
Volta Redonda (RJ)

Se a entrevista pós-jogo deste domingo, em Volta Redonda, não foi 100% em torno da polêmica envolvendo Fred é por causa de outro atacante tricolor. Magno Alves virou assunto. Uma única pergunta que fugiu ao tema do dia. E tinha motivo.

Responsável por livrar o Fluminense do tropeço nas rodadas finais da primeira fase do Campeonato Carioca, ele fez seu 300° jogo pelo clube das Laranjeiras. De quebra, ainda marcou o gol de número 119, empatando com Ézio. O feito colocou o Magnata na lista dos dez principais artilheiros da história do Flu. Bastante trabalho executado para um jogador de 40 anos que ficou em campo do começo ao fim da partida, vencida pela sua equipe por 2 a 0, diante do time da casa, no Raulino de Oliveira. Justamente por precisar permanecer em ação que o camisa 20 levou o técnico Levir Culpi a vivenciar algo inédito no futebol.

- Hoje, eu passei o maior sufoco porque eu queria substituir mais alguém e não podia. Foi a primeira vez na minha carreira que eu acabei pedindo desculpas para um jogador que eu não tirei. Eu falei: "Desculpa por não ter te tirado". Ele correu 90 minutos. Para o Magno, numa situação dessas, isso é muito - disse Levir, no único momento descontraído da entrevista de um técnico marcado pelas declarações bem-humoradas. O atacante Osvaldo, o lateral Giovanni e o volante Edson já haviam entrado nas vagas de Marcos Junior, Jonathan e Gerson, respectivamente, forçando a manutenção de Magno.

Líder da Taça Guanabara e há 11 jogos sem perder na temporada, o Fluminense enfrenta o Vasco no próximo domingo, em duelo que encerra a segunda fase do Estadual e definirá o campeão do mini-certame. As duas equipes têm a mesma quantidade de pontos (14), porém o time das Laranjeiras leva vantagem no saldo de gols e, por isso, será campeão com um simples empate. O Botafogo também está garantido. Outro semifinalista se juntará a tricolores, cruz-maltinos e alvinegros na reta final do Carioca. O Flamengo ocupa atualmente esse último posto, mas Volta Redonda e Boavista seguem na cola, com chances.