Zagueiro Henrique vestiu a camisa tricolor (Foto: Wagner Meier/LANCE! Press)

Zagueiro Henrique vestiu a camisa tricolor nesta segunda-feira, nas Laranjeiras (Foto: Wagner Meier/LANCE! Press)

Patrick Monteiro
25/01/2016
19:26
Riu de Janeiro (RJ)

O ano começou, Henrique chegou, viajou para os Estados Unidos, recebeu a camisa 13, treinou e até jogou. Contra o Shakhtar (UCR) e Internacional, pela Florida Cup, o zagueiro fez suas primeiras aparições com a camisa tricolor. Mas só agora, após 74 minutos em campo e 14 dias de anúncio, ele foi, oficialmente, apresentado. Nesta segunda-feira, nas Laranjeiras, o defensor - disputado também por Flamengo e Grêmio - falou como atleta do Fluminense e explicou parte dos motivos que o fizeram optar pelo clube.

- Muita coisa. A grandeza do Fluminense, que tem um carinho muito grande tanto meu quanto da minha família - respondeu ele, que destacou a felicidade por voltar ao País.

- Estou muito feliz em poder retornar, estar junto com um time de muita tradição, diante de um elenco de muita qualidade, com pessoas competentes. Estou feliz por voltar ao futebol brasileiro e especialmente ao Fluminense - disse.

Sobre as inúmeras críticas recebidas pela defesa do time de Eduardo Baptista em 2015, Henrique preferiu encarar com naturalidade.

- Temos pressão em todos os lugares. Isso é normal. Não é só no sistema defensivo que existe isso. Todos estão no mesmo caminho e trabalhando para conquistarmos os nossos objetivos - frisou.

O Fluminense, de Henrique, em tese, volta a campo nesta quarta, às 19h30, quando mede forças com o Atlético-PR, em Volta Redonda. A partida vale pela estreia da equipe na Primeira Liga (Sul-Minas-Rio). Porém, uma resolução da CBF, divulgada nesta segunda, vetou o torneio, que segue como uma incógnita.