icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
19/08/2015
16:40

Há 10 anos Fred fazia história ao marcar 14 vezes na Copa do Brasil, se tornando o maior artilheiro de uma mesma edição da competição, recorde que dura até hoje. Naquela época, o atacante ainda estava despontando no futebol brasileiro com a camisa do Cruzeiro e quase conquistou o título do campeonato, já que a Raposa parou na semifinal. O centroavante tricolor relembra a campanha em que foi o goleador máximo e fala sobre o desejo de conquistar o torneio deste ano com a camisa do Fluminense.

- Já se passaram dez anos, né? Para mim, realmente parece que faz pouco tempo. Ainda me lembro dos gols que fiz naquela Copa do Brasil. Ficava empolgado, porque ainda era nova aquela sensação de fazer a diferença em um clube grande. Confesso que ainda existe uma vontade muito grande de ser campeão desta competição e, agora, surge mais uma oportunidade com o Fluminense. Tenho certeza de que vencer com esta camisa será inesquecível, pela história que tenho aqui – disse o atacante.

Com 12 tentos marcados com a camisa do Flu em edições da Copa do Brasil, o capitão tricolor divide com o companheiro Magno Alves o posto de maior artilheiro do clube na competição. O centroavante comentou essa coincidência.

- Acho que não vou deixar escapar essa chance de passar o Magno na artilharia (risos). Mas, brincadeiras à parte, sem dúvidas é uma excelente coincidência disputar a Copa do Brasil com ele desta vez – afirmou Fred, que comentou sobre a importância de Magno Alves no grupo tricolor.

- Ele está passando toda a experiência para vários garotos, que estão nos ajudando bastante este ano. Para alguns deles, será a primeira competição de mata-mata. Já falei isso outras vezes, mas é impossível não reforçar a importância dessa mistura de experiência e juventude na realidade do nosso time. Isso fica ainda mais claro em um torneio eliminatório, que mexe muito com o nosso lado emocional. Hoje, o Fluminense está ficando mais forte. Podemos sonhar com uma reta final de temporada que nos deixe satisfeitos e, se Deus quiser, comemorar uma conquista lá na frente – concluiu o artilheiro.

Com a possibilidade de se tornar o maior artilheiro do Fluminense em mais uma competição, Fred também pode se aproximar do posto de maior goleador da história da Copa do Brasil. Com 28 gols marcados, o atacante tricolor está igualado com Paulo Nunes e Oséas e é superado por Viola (29 tentos) e Romário (36 tentos).

Há 10 anos Fred fazia história ao marcar 14 vezes na Copa do Brasil, se tornando o maior artilheiro de uma mesma edição da competição, recorde que dura até hoje. Naquela época, o atacante ainda estava despontando no futebol brasileiro com a camisa do Cruzeiro e quase conquistou o título do campeonato, já que a Raposa parou na semifinal. O centroavante tricolor relembra a campanha em que foi o goleador máximo e fala sobre o desejo de conquistar o torneio deste ano com a camisa do Fluminense.

- Já se passaram dez anos, né? Para mim, realmente parece que faz pouco tempo. Ainda me lembro dos gols que fiz naquela Copa do Brasil. Ficava empolgado, porque ainda era nova aquela sensação de fazer a diferença em um clube grande. Confesso que ainda existe uma vontade muito grande de ser campeão desta competição e, agora, surge mais uma oportunidade com o Fluminense. Tenho certeza de que vencer com esta camisa será inesquecível, pela história que tenho aqui – disse o atacante.

Com 12 tentos marcados com a camisa do Flu em edições da Copa do Brasil, o capitão tricolor divide com o companheiro Magno Alves o posto de maior artilheiro do clube na competição. O centroavante comentou essa coincidência.

- Acho que não vou deixar escapar essa chance de passar o Magno na artilharia (risos). Mas, brincadeiras à parte, sem dúvidas é uma excelente coincidência disputar a Copa do Brasil com ele desta vez – afirmou Fred, que comentou sobre a importância de Magno Alves no grupo tricolor.

- Ele está passando toda a experiência para vários garotos, que estão nos ajudando bastante este ano. Para alguns deles, será a primeira competição de mata-mata. Já falei isso outras vezes, mas é impossível não reforçar a importância dessa mistura de experiência e juventude na realidade do nosso time. Isso fica ainda mais claro em um torneio eliminatório, que mexe muito com o nosso lado emocional. Hoje, o Fluminense está ficando mais forte. Podemos sonhar com uma reta final de temporada que nos deixe satisfeitos e, se Deus quiser, comemorar uma conquista lá na frente – concluiu o artilheiro.

Com a possibilidade de se tornar o maior artilheiro do Fluminense em mais uma competição, Fred também pode se aproximar do posto de maior goleador da história da Copa do Brasil. Com 28 gols marcados, o atacante tricolor está igualado com Paulo Nunes e Oséas e é superado por Viola (29 tentos) e Romário (36 tentos).