Cacá Cardoso já foi vice-presidente do Flu (Foto: Lazlo Dalfovo)

Cacá Cardoso já foi vice-presidente do Flu (Foto: Lazlo Dalfovo)

Lazlo Dalfovo
14/03/2016
16:01
Rio de Janeiro (RJ)

A torcida do Fluminense conheceu o primeiro pré-candidato à presidência do clube nesta segunda-feira. Em um encontro com jornalistas e componentes da chapa "Flu2050" (que tem cerca de 100 empresários e sócios atualmente) na Zona Sul do Rio de Janeiro, Cacá Cardoso anunciou suas pretensões e objetivos.

Advogado e ex-vice-presidente jurídico do Tricolor, Cacá fez questão de enaltecer a importância do apoio de Francisco Horta, antigo e histórico presidente do Fluminense na década 70.

- Ele está prestando total apoio à nossa candidatura. Francisco Horta está fechado com a nossa campanha e apoia o nosso projeto - frisou.

Ao lado dos componentes do grupo Nelson Vaz Moreira, Sérgio Galvão, Luis Antônio Almeida Braga e Idel Halfen (ex-diretor e vice de marketing do clube), Cacá Cardoso fez um discurso de união durante o evento, deixando em evidência que não será situação nem oposição.

- A tendência é estreitarmos as relações com os possíveis candidatos à presidência. Há uma possibilidade de Peter Siemsen, atual presidente tricolor, nos apoiar. Queremos também informar não somos nem situação nem oposição - afirmou Cacá.

Carlos Eduardo Cardoso também destacou que a transparência será um dos pontos altos de sua possível candidatura. No encontro, o advogado de 50 anos de idade citou que há quatro itens fundamentais do "Flu2050".

- A transparência para atrair novos investidores e sócios-torcedores será fundamental. Temos, em mente, quatro modelos, que são: gestão financeira responsável, aumento da base de sócios-torcedores, construção de um novo estádio de médio porte com capacidade para aproximadamente 30 mil pessoas e buscar o protagonismo do Flu em todas as competições. Precisamos entrar em todas para ganhar - disse. 

As eleições do Fluminense ainda não foram marcadas pelo conselho do clube. A tendência é que a votação para eleger o novo presidente seja realizada em novembro deste ano. O nome "Flu2015" é uma referência, segundo Cacá, ao projeto a longo prazo que o grupo pretende exercer. 

- Pretendemos que os nossos netos tenham no futuro um Fluminense pujante e vencedor como sempre foi no passado - falou.

Relação com a Ferj 

Atualmente, ainda não há relação da minha parte com Rubens Lopes, presidente da Federação do Estado do Rio de Janeiro. Mas estamos inscritos na Ferj e precisamos entrar no Campeonato Carioca para vencer... Sempre.

Categorias de base

Nosso objetivo principal é possuir 100% dos direitos econômicos de todos os atletas. Pretendemos manter as revelações por mais tempo no clube para lucrarmos ainda mais no futuro.

Novo estádio

É um desejo do nosso grupo. Não vamos abrir mão do Maracanã, e vamos lutar para, no mínimo, compartilhar a administração do estádio, mas teremos um projeto de construir um estádio de médio porte. Não temos local definido, é algo ainda preliminar, mas esperamos contar com um investidor para tornar isto possível. Sem dúvidas, a transparência facilitará. 

Cacá e companheiros da Chapa "Flu2015" (Foto: Lazlo Dalfovo)
Cacá e companheiros da Chapa "Flu2050" (Foto: Lazlo Dalfovo)