Júlio César treinando na praia (Divulgação)

Júlio César treinando na praia (Divulgação)

LANCE!
01/08/2016
14:52
Rio de Janeiro (RJ)

Com 36 anos e muita experiência no futebol, o atacante Júlio César vive um momento raro na sua carreira: ele está sem clube para jogar. O ex-jogador de clubes como Fluminense, Coritiba, AEK (GRE), Lokomotiv (RUS) e Gaziantepspor (TUR) atualmente mantém a forma por conta própria com a ajuda de preparadores físicos, esperando por uma proposta que lhe dê a oportunidade voltar a fazer o que sabe de melhor: gols.

No primeiro semestre, ele participou da campanha que recolocou o Mirassol na elite do futebol paulista. A equipe foi vice-campeã da Série A2 e disputará o Paulistão em 2017, após três anos de ausência. Em boa forma, ele quer provar que ainda tem lenha para queimar nos principais escalões do futebol brasileiro.

- Estou trabalhando por conta própria e estou em forma. Ainda tenho pelo menos dois anos para jogar em alto nível e quero voltar a jogar o mais rápido possível. Recebi alguns contatos e propostas, mas nada concreto ou que me seduzisse. Quero mostrar que ainda sei fazer gols - disse o atacante.

No Mirassol, Júlio César chegou para disputar a Série A2 do Paulistão com a competição já iniciada, disputou 14 partidas e marcou dois gols. O ex-meia Deco, amigo pessoal de Julio, foi o responsável por levá-lo ao clube do interior paulista.

Revelado pelo Fluminense em 1999, Júlio deixou as Laranjeiras em 2002, para defender o Lokomotiv (RUS). Depois passou por Estrela da Amadora (POR), Gil Vicente (POR), AEK (GRE), Rapid Bucaresti (ROM) e Gaziantepspor (TUR), antes de retornar ao Brasil para defender o Figueirense, em 2011. Ele ficou mais uma temporada em Santa Catarina, antes de ir para o Coritiba em 2013. Em 2015, defendeu o Ceará, último clube antes do Mirassol.