LANCE!
20/10/2017
09:15
Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense que encantou Abel Braga no início do ano não existe mais. No segundo semestre, a janela de transferências e as inevitáveis lesões modificaram a forma da equipe jogar e o rendimento caiu, chegando a deixar o clube por algumas horas na zona de rebaixamento. Mas com a entrada de alguns jogadores, o time ganhou corpo, conquistou sete pontos em nove possíveis e respirou na tabela. Uma nova equipe tricolor começa a se formar.

- É um futebol diferente, não tão solto como era aquele (time do começo do ano). O momento não te dá essa liberdade. Na segunda equipe que formamos, éramos muito rápidos com Wellington e Richarlison. Agora é uma com mais posse e movimentação, mas com melhoras a todo jogo - afirma Abel Braga.

Das mudanças na nova formação, dois desembarcaram nas Laranjeiras no meio do ano: o lateral Marlon e o volante Richard.  No banco, Robinho e Romarinho são opções. Além deles, Abelão resgatou a confiança de jogadores antigos do clube que amargavam o banco de reservas mas que, pela experiência, viraram alternativa para liderar um time de garotos.

- Marcos Junior tem sido de uma grande importância. Sempre falamos de um time muito jovem, o garoto tem um peso maior mental que o experiente. Tínhamos que recorrer a ele, ao Gum, Cavalieri... Aconteceu de forma surpreendente o Richard entrar na equipe e aumentar a força defensiva. O Marlon no Fla-Flu foi muito seguro defensivamente e ofensivamente - comenta Abel, esperançoso.

- Tomara que a gente tenha subido no momento certo.