Abel Braga

Abel Braga em coletiva no CT Pedro Antonio (Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C.)

João Mércio Gomes
14/02/2018
12:28
Rio de Janeiro (RJ)

Depois de 12 dias sem jogos, o Fluminense volta a atuar nesta quinta-feira, contra o Salgueiro pela Copa do Brasil, e Abel Braga confirmou que a equipe poderá ter caras novas em campo. O lateral Léo e o goleiro Rodolfo, reforços contratados na última semana, estão à disposição do treinador para a partida, mas a escalação não foi revelada pelo técnico em coletiva no CT Pedro Antonio.

- Não vou dar o time. O Airton ainda não está 100%, está fora. O léo, lateral, e o Rodolfo, goleiro, estão relacionados. Estou maravilhado com eles - afirmou.

Para o treinador, o período sem jogos serviu para a equipe evoluir. Abel Braga ressaltou que o time ainda precisa de ajustes no setor ofensivo, mas acredita que os jogadores estão cada vez mais à vontade com os três zagueiros.

- Tivemos tempo para treinar, fizemos jogo-treino e a evolução da equipe é no dia a dia. Falta muita coisa ainda, mas cada dia que passa nós dá uma resposta melhor, mais confiança entre os jogadores. Ainda precisa de alguma coisa a nível ofensivo, no último passe, mas a nível defensivo está dentro do que esperávamos, até um pouco acima dos que pretendíamos - avaliou Abelão.

Confira outras respostas do técnico Abel Braga no CT Pedro Antonio:

Expectativa para o duelo com o Salgueiro-PE

Série A, Série B... Não muda nada. Basta ver o que aconteceu com o Botafogo, o exemplo do Atlético-MG. Esse é um jogo diferenciado. Uma equipe da Série C ter a chance de jogar no Rio, contra o Fluminense? É o jogo da vida deles. A responsabilidade se torna toda nossa. Nós vamos encarar com a maior seriedade possível, pois esse confronto tem surpresas.

De Amores fora da relação

De Amores fica fora por opção minha, já estou levando três goleiros (Júlio César, Marcos Felipe e Rodolfo). É um revezamento que tenho feito para manter todos motivados, assim como Reginaldo e Frazan. Eu não tenho essa possibilidade no Carioca, só posso levar sete para o banco. Na Copa do Brasil são 13.

Decisão por pênaltis em caso de empate

Temos que ter cuidado para não levar para os pênaltis, que é loteria. É um time que corre muito, são rápidos. Tem um jogador muito bom pela esquerda, que é o Dadá, e outro atacante muito bom que é o Piauí. Nós estudamos bastante o time deles.

Postura do time


Não temos que forçar o passe, temos que ter a bola. Não está acontecendo com naturalidade pelo lado esquerdo como está sendo pela direito. Na Copa do Brasil é como na Inglaterra, França... É complexo. O menor encara o grande de igual para igual porque sabe que a responsabilidade não é deles.

Convite do Atlético-MG

Prefiro não falar se aconteceu ou não. Galo (dirigente no clube mineiro) foi meu jogador, sabe da minha postura. Se tinha interesse, não importa. Vou trocar de camisa para cair mais na minha conta? Nunca fiz isso, não farei agora.