Matheus Dantas
06/01/2017
13:12
Rio de Janeiro (RJ)

Hernán Barcos já não faz parte dos planos do Fluminense. O centroavante foi uma indicação de Abel Braga, mas, de acordo com o treinador, a negociação esfriou. Agora, o comandante já projeta o ano de 2017 com os atacantes que estão no elenco do Tricolor, como Henrique Dourado, Pedro e Richarlison.

- Nós gostaríamos de ter um atacante de área, mas parece que não vamos ter mais. Mas temos jogadores à disposição, Dourado, Pedro, Richarlison... É com eles que vamos trabalhar - comentou o treinador após o treino desta sexta.

Fluminense e Hernán Barcos tinham um acordo encaminhado, mas o clube preferiu não avançar na negociação enquanto não abrisse espaço na folha salarial. Emprestado ao Velez Sarsfield-ARG, o Pirata, ex-Grêmio, Palmeiras e LDU, tem contrato com o Sporting, de Portugal, até julho de 2017.

O técnico Abel Braga fez vários elogios ao centroavante, justificando sua indicação à diretoria do Fluminense, que também via com bons olhos a sua chegada. De acordo com o treinador, o interesse de outros clubes no futebol do atacante argentino fez com que o negócio com o Flu se tornasse inviável.

- O Barcos foi uma indicação minha. Mas acho que complicou, pois houve uma pedida e depois citaram o interesse de dois clubes brasileiros. Tipo, não vou para aí porque me ofereceram duas vezes mais. Mas isso é história, porque os clubes citados não contrataram o Barcos. Ele é um jogador que admiro e faz o que poucos fazem no Brasil. A bola chega nele na frente e para. Não fica a bola vai e volta. É diferenciado, mas não pôde vir. Surgiu um ou outro nome, mas ficou difícil. Não estou preocupado - comentou o treinador do Fluminense.