Matheus Dantas
15/12/2016
15:28
Rio de Janeiro (RJ)

A apresentação de Alexandre Torres como gerente de futebol serviu como uma boa mostra da gestão coletiva que o presidente Pedro Abad deseja implantar no Fluminense a partir de 2017. No Salão Nobre das Laranjeiras, o mandatário afirmou que o papel de Torres e Marcelo Teixeira, gerente geral da base,  além de outros profissionais que venham a ser contratados, é de mudar "o cenário amador" que futebol vinha sendo administrado no clube das Laranjeiras.

- Nossa ideia é justamente reduzir chance de erro (em contratações, dispensa e gestão). Queremos um modelo para mudar o cenário de total amadorismo que tinha aqui. Temos duas pessoas qualificadas e pretendemos aprimorar ainda mais. É um modelo que não-personalista - comentou o presidente do Tricolor.

Alexandre Torres e Marcelo Teixeira já trabalham em conjunto com técnico Abel Braga na avaliação do elenco e reforços para a temporada de 2017. Pedro Abad ainda pretende anunciar mais dois nomes para compor a equipe. Um será o substituto do diretor de futebol Jorge Macedo, que deixou o clube neste mês.

Eleito em 26 de novembro, Pedro Abad toma posse do cargo de presidente no próximo dia 20, mas já trabalha desde o dia seguinte ao pleito no planejamento de 2017, com o consenso de Peter Siemsen, mandatário do clube nos últimos seis anos.

Confira outras respostas de Pedro Abad na coletiva desta quinta-feira:

Chegada de Alexandre Torres


"Dia muito especial para nós. Alexandre é muito capacitado, muito identificado com o clube e essa é mais uma etapa da formação do grupo profissional que pretende fazer o departamento de futebol funcionar de forma muito melhor a partir de 2017."

Modelo de gestão

"Temos montado uma equipe multifuncional. Todos exercem mais de uma função. Procuramos profissionais capazes de participar de todas as decisões que dizem respeito ao departamento de futebol. Teixeira e Torres são a prova disso. Analisamos isso para escolher os profissionais. Estou extremamente confiante que o Alexandre vai conseguir exercer a gerência como participar das demais decisões."

Reforços


"Torres chegou ontem, foi o primeiro dia de trabalho. Está se atualizando ainda. A imprensa nessa época costuma ter informações, surgem as listas. Conversei com o Abel em sua chegada e estabelecemos perfil de atleta, perfil financeiro... Vamos procurar jogadores de muita intensidade de jogo em campo, que ataquem e defendam o tempo todo. Esse é o perfil do nosso atleta. Esse tipo que queremos. Temos certeza de que vamos atrás das melhores oportunidades nesse sentido. Para o retorno em campo e oportunidades de valorização de seu próprio ativo. Qualquer nome fará parte de análise de todo o elenco. Pode ser que algum atleta saia e precisemos repor."