Donatti

Donatti pode não defender o Flamengo na próxima temporada (Foto: Dudu Macedo)

LANCE!
20/12/2016
15:37
Rio de Janeiro (RJ)

Desde a metade da temporada de 2016, o Flamengo vem se preocupando com a zaga do time. Visando ter um aproveitamento maior no setor, a diretoria contratou Donatti, com a imagem de que o jogador seria um grande reforço até o final do ano. Porém, o argentino teve poucas oportunidades de atuar pelo clube, tendo jogado apenas 215 minutos com a camisa rubro-negra, e seus dias no Flamengo podem estar chegando ao fim.

Apesar do jogador não estar no padrão de Muricy Ramalho, por ser rebatedor enquanto a preferência do técnico é por zagueiros que tenham boa saída de bola, aos 30 anos, o argentino assinou com o clube por três temporadas e jogou em três partidas este ano. De acordo com o canal Tyc Sports, Eduardo Coudet, que treinou Donatti durante sua passagem pelo Rosário e será nomeado técnico do Racing (ARG), afirmou que há interesse em ter o zagueiro na equipe do Racing para 2017.

Donatti marcou quatro gols na Copa Libertadores 2016 (contra River Plate, Palmeiras, Nacional do Uruguai e Grêmio), torneio que o Flamengo jogará no próximo ano e sua experiência pode ser vantajosa ao clube.

Athirson, lateral do Flamengo entre 1996 e início dos anos 2000, acredita que a importância do jogador deve ser analisada pela comissão técnica antes que uma decisão seja tomada.

- O clube precisa analisar o custo que terá para manter um atleta que não é titular, mas que pode ser bom ter por sua experiência. Se tiver um jogador que se encaixe no perfil do treinador e tenha as característas de Donatti, que foram úteis ao clube, mas não seja tão caro ao clube, não valeria a pena mantê-lo. O Flamengo precisa avaliar a importância que ele tem na equipe.

O jornalista João Carlos Assumpção acredita que Donatti deve permanecer no Flamengo, considerando que sua experiência pode ser de grande valia ao clube na próxima temporada.

- Acho o Donatti um ótimo jogador. Já o vi várias vezes em ação. Tem ótimo potencial, espiríto de liderança, sabe comandar e sair jogando. Chuta muito bem e com força, é alto, muito bom nas bolas altas, seja na defesa, seja no ataque. Ainda é versátil! Joga bem tanto pela esquerda como pela direita. Se eu fosse dirigente do Flamengo, tentaria segurá-lo. A não ser que de fato não dê. Mas considero que seria um jogador importante para 2017, me refiro também à Libertadores. É fundamental ter jogadores bons e experientes como ele, estrangeiros, que dominem espanhol e conheçam bem o nosso continente, caso de Donatti.