Rafael Vaz em treino do Flamengo

(Gilvan de Souza / Flamengo)

João Pedro Granette e Igor Siqueira
25/04/2017
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Na vitória do Flamengo sobre o Botafogo por 2 a 1, na semifinal do Carioca, o zagueiro Rafael Vaz voltou ao time titular do Flamengo e atuação segura foi bastante elogiada. De cabelo novo, defensor espera que boa fase volte e briga por vaga no time titular com Donatti deve ser boa no clube.

- Só quis mudar um pouco, já estava há muito tempo com aquele cabelo, fazer uma coisa diferente. Chega de inventar. Espero que as coisas comecem agora a voltar para o seu lugar - disse.

Camisa 33 também revelou estar feliz por ter agradado e sabe que a pressão diária no Flamengo sempre vai existir.

- Muito feliz, bom saber que o professor confia em mim. Espero ter retribuído bem a confiança dele. Jogar no Flamengo é isso, pressão diária. Sei da minha qualidade e sei o que tenho que fazer aqui. A torcida tem o direito de cobrar, mas o mais importante é saber que o professor confia em mim para ajudar o Flamengo.

Quando perguntado se tinha mudado o estilo de jogar, Vaz afirmou que não. Segundo ele, gramado pesado era para redobrar a atenção e passar mais segurança para os companheiros.

- Não não (mudou o estilo de jogo), o campo estava pesado, choveu demais. Temos que passar mais segurança, foi isso que eu procurei fazer, já que o campo não estava ajudando muito. 

Por fim, Rafael Vaz comentou sobre duelo contra o Furacão, onde pode ser titular mais uma vez, caso Donatti siga de fora do time. 

- A equipe do Atlético é muito qualificada, nosso time tem que prestar atenção. O jogo aqui foi difícil, imprimimos um ritmo forte. Lá é muito difícil de jogar, temos que ter atenção para fazer uma grande partida.