Muricy em conversa com jogadores durante treino do Fla (Gilvan de Souza / Flamengo)

Muricy em conversa com jogadores durante treino do Fla (Gilvan de Souza / Flamengo)

LANCE!
03/05/2016
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Após as eliminações no Carioca e na Primeira Liga, o Flamengo volta a campo nesta quarta-feira, contra o Fortaleza, no Castelão (CE), pela segunda fase da Copa do Brasil. A pressão da torcida por vitórias é grande. Tendo em vista o grande investimento feito para esta temporada, a sensação é de obrigação por um título nacional no segundo semestre. O mínimo que se espera é uma campanha digna no Brasileiro, na luta por uma vaga na Libertadores.

Muricy Ramalho está consciente desta responsabilidade. Tanto que já afirmou que é hora do trabalho começar a “dar resultado”. Em linha de pensamento parecida, os jogadores rubro-negros adotam o discurso de que é preciso se entregar mais em campo. A diretoria fez um grande investimento nesta temporada e contratou dez jogadores. Até por isso, a expectativa é de bons resultados.

O lateral-direito Rodinei acredita que o Flamengo tem, naturalmente, a obrigação de brigar por títulos.

– Jogador do Flamengo tem sempre que buscar título, dar alegria para o torcedor, mas agora é ver os defeitos, ver o que está acontecendo. Temos de dar a vida por grandes coisas neste ano. Temos que brigar por título. Somos do Flamengo, não é qualquer time – disse o defensor, que deixou um recado otimista para os torcedores rubro-negros.

– O torcedor pode esperar grandes coisas do nosso time. Estamos captando bem o que o Muricy está falando. Vamos recuperar a confiança. Quando vencermos e recuperarmos a confiança, vamos conseguir grandes coisas no nosso ano – garantiu o atleta, ex-Ponte Preta.

A primeira oportunidade para esta esperada recuperação já é nesta quarta, no Castelão. Uma vitória diante do Fortaleza seria importante para elevar o moral do elenco, que sonha com o título da Copa do Brasil.