Paulo Victor Reis
21/03/2017
06:30
Rio de Janeiro (RJ)

Depois de brilhar intensamente pela Seleção Brasileira Sub-17, o jovem Vinícius Júnior, de apenas 16 anos, está de volta ao Brasil. Ele já está no Rio, mas só deve voltar a treinar no Flamengo na próxima segunda-feira, após um período de descanso. Neste retorno ao Rubro-Negro, o garoto vai se apresentar ainda como sub-20 e fará parte do "Pratas do Ninho", um projeto do clube voltado para um grupo específico de atletas com muito potencial.

Por meio do Pratas do Ninho, Vinícius Júnior vai participar de treinos com o elenco profissional e terá acesso à metodologia de trabalho que é utilizada com o time de Zé Ricardo. Isso não significa, porém, que ele será alçado imediatamente à categoria principal. Porém, há quem diga que a promoção não está descartada. Afinal, o grande interesse de gigantes europeus na joia do Flamengo pode acelerar os planos do clube carioca. 

Vinícius Júnior tem contrato com o Flamengo até o fim de julho de 2019 e multa rescisória de 30 milhões de Euros (cerca de R$ 100 milhões) para clubes do exterior. O Rubro-Negro espera ter 'retorno técnico' com o garoto antes de pensar numa negociação, mas é fato que a pressão pela venda já é grande. Barcelona e Real Madrid foram alguns dos clubes que demonstraram interesse numa eventual compra dos direitos econômicos do atleta. De qualquer maneira, o garoto não pode atuar no exterior antes de completar 18 anos. 

'Vou cumprir esse contrato que o Flamengo fez comigo para dar o retorno técnico que eles me pediram'

Pessoas ligadas ao jovem talento garantem que ele é 'diferenciado' no aspecto psicológico e que não mudou com a natural badalação após o sucesso na Copinha e também na Seleção Brasileira. O diretor executivo do Flamengo, Rodrigo Caetano, foi econômico ao falar sobre os planos do Flamengo com Vinícius Júnior.

- Ele faz parte do nosso projeto Pratas do Ninho. No mais, são decisões internas - explicou o dirigente, referindo-se a perguntas sobre o futuro do atleta dentro do Flamengo.


O Flamengo tem 80% dos direitos econômicos de Vinícius Júnior. A Traffic, que agencia o atleta, tem 10%, e o próprio jogador tem os outros 10%. 

Na semana passada, Vinícius Júnior concedeu uma entrevista na qual falou sobre os planos para o futuro. Ele disse que o Flamengo terá prioridade numa eventual renovação de vínculo e se mostrou incomodado com as especulações sobre o seu futuro.

- Incomoda um pouco. Toda hora vem um falar. Eu procuro focar bastante aqui na Seleção e no Flamengo. Eu tenho contrato com o Flamengo até 2019. Vou cumprir esse contrato que o Flamengo fez comigo para dar esse retorno técnico que eles me pediram (...). O Flamengo tem a preferência do meu contrato. E quando eu voltar, eu vou fazer o "Pratas do Ninho", projeto que os garotos da base fazem em fase de evolução para chegar ainda melhor no profissional - disse ao SporTV.