icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/07/2013
11:12

Após o anunciar na semana passada a parceria entre Flamengo e o consórcio Maracanã S.A, até o fim do ano, o vice-presidente de finanças do clube, Rodrigo Tostes, frisou que o contrato é um dos mais importantes da história do clube. O dirigente declarou ainda que o time da Gávea não será um mero inquilino do estádio.

As premissas do contrato também não foram divulgadas. O LANCE!Net apurou que o Rubro-Negro terá direito a receber 50% da receita líquida tanto da arrecadação da bilheteria como da renda oriunda de bares e estacionamento. Ou seja, as partes terão direitos iguais sobre o lucro, já descontadas as despesas operacionais da partida.

E MAIS
> Flamengo recebe R$ 9 milhões restantes por Morro da Viúva
> Flamengo dá o Ninho como garantia para receber certidão negativa
> Clube recebe R$ 5 milhões para obras no Ninho do Urubu
> Acordo com Maracanã prevê metade da receita para o Flamengo
> Fla deixa CT de lado e usa verba do Morro da Viúva para quitar salários

- Conseguimos atingir dentro de um período de seis meses o melhor acordo que o clube poderia fazer, um acordo que a gente se sente vitorioso. Então o que eu peço à Nação Rubro-Negra é que não tenha a menor dúvida de que do ponto de vista desse contrato, o Flamengo não é inquilino do Maracanã, o Flamengo se sente dono, parceiro do Maracanã. Estamos lutando para que o Flamengo volte para onde nunca deveria ter saído e esse contrato é muito importante para isso. Estamos danto o pontapé inicial do contrato mais importante da história do Flamengo - disse Tostes, em entrevista à TVFLA.

A parceria vai até o fim deste ano servirá como um teste para a formalização de um contrato a longo prazo. O dirigente espera ver no Maracanã a mesma festa feita pelos rubro-negros no Mané Garrincha, em Brasília.

- Vai depender dos resultados que vamos verificar nesse acordo. O modelo que vamos seguir à frente ainda não está definido e o importatne é que o Flamengo volta para o Rio. Para o jogo com o Botafogo, temos que lotar o Maracanã e fazer essa festa que está sendo em Brasília, pois o Maraca é nosso - comentou.

A partida diante do Botafogo será no próximo dia 28, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. O número de jogos a serem realizados pelo Rubro-Negro no estádio não foi divulgado.

Após o anunciar na semana passada a parceria entre Flamengo e o consórcio Maracanã S.A, até o fim do ano, o vice-presidente de finanças do clube, Rodrigo Tostes, frisou que o contrato é um dos mais importantes da história do clube. O dirigente declarou ainda que o time da Gávea não será um mero inquilino do estádio.

As premissas do contrato também não foram divulgadas. O LANCE!Net apurou que o Rubro-Negro terá direito a receber 50% da receita líquida tanto da arrecadação da bilheteria como da renda oriunda de bares e estacionamento. Ou seja, as partes terão direitos iguais sobre o lucro, já descontadas as despesas operacionais da partida.

E MAIS
> Flamengo recebe R$ 9 milhões restantes por Morro da Viúva
> Flamengo dá o Ninho como garantia para receber certidão negativa
> Clube recebe R$ 5 milhões para obras no Ninho do Urubu
> Acordo com Maracanã prevê metade da receita para o Flamengo
> Fla deixa CT de lado e usa verba do Morro da Viúva para quitar salários

- Conseguimos atingir dentro de um período de seis meses o melhor acordo que o clube poderia fazer, um acordo que a gente se sente vitorioso. Então o que eu peço à Nação Rubro-Negra é que não tenha a menor dúvida de que do ponto de vista desse contrato, o Flamengo não é inquilino do Maracanã, o Flamengo se sente dono, parceiro do Maracanã. Estamos lutando para que o Flamengo volte para onde nunca deveria ter saído e esse contrato é muito importante para isso. Estamos danto o pontapé inicial do contrato mais importante da história do Flamengo - disse Tostes, em entrevista à TVFLA.

A parceria vai até o fim deste ano servirá como um teste para a formalização de um contrato a longo prazo. O dirigente espera ver no Maracanã a mesma festa feita pelos rubro-negros no Mané Garrincha, em Brasília.

- Vai depender dos resultados que vamos verificar nesse acordo. O modelo que vamos seguir à frente ainda não está definido e o importatne é que o Flamengo volta para o Rio. Para o jogo com o Botafogo, temos que lotar o Maracanã e fazer essa festa que está sendo em Brasília, pois o Maraca é nosso - comentou.

A partida diante do Botafogo será no próximo dia 28, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. O número de jogos a serem realizados pelo Rubro-Negro no estádio não foi divulgado.